Entretenimento

'Creio que estava acima de 130 km/h', diz motorista de Cristiano Araújo

Da Redação ·
Ronaldo Ribeiro (camiseta branca) e Cristiano Araújo (camiseta preta) - Imagem - iG Reprodução
Ronaldo Ribeiro (camiseta branca) e Cristiano Araújo (camiseta preta) - Imagem - iG Reprodução

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ronaldo Miranda Ribeiro, motorista de Cristiano Araújo, falou pela primeira vez sobre a noite do acidente que causou a morte do cantor, há quase dois meses.

"Creio que estava acima de 130 quilômetros por hora", afirmou, em entrevista a Geraldo Luís, na Record.

Ele disse que o cantor e a namorada, Allana, não usavam cinto de segurança. "Ele gostava de ir deitado no colo dela", explicou. "Quando ele sentava na frente, eu nem precisava pedir. Ele [Cristiano] entrava e já o colocava. Mas atrás, ele ia deitado com ela. Infelizmente, eles estavam sem."

Para o motorista, a causa do acidente é clara: "Tenho certeza de que o pneu furou. A gente ouviu o barulho de andar com o pneu furado, murcho. Quando eu pensei em parar, [o carro] já fugiu do controle, fugiu da minha mão", detalhou. "Lembro só da primeira capotagem, depois não vi mais nada."

continua após publicidade