Mais lidas
Entretenimento

Peça discute dívida externa do Brasil e de outros países latino-americanos

.

imagem - google - www1.folha.uol.com.br
imagem - google - www1.folha.uol.com.br

MARIA LUÍSA BARSANELLI
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O coletivo paulista [pH2]: estado de teatro viu em 1985 um período marcante. Não só era o ano de nascimento de muitos de seus integrantes, mas também a data que assinalava o fim da ditadura militar no Brasil.
O ano foi então o norte para construir o espetáculo "Projeto 85 - A Dívida em Três Episódios", que o grupo apresenta neste sábado (15) e domingo (16), no Itaú Cultural, em São Paulo.
A companhia se juntou a mais dois grupos latino-americanos -La Maldita Vanidad (Bogotá) e Lagartijas Tiradas al Sol (Cidade do México)- cujos países também viveram uma transformação em 1985: a Colômbia passou pela Tragédia de Armero (com a erupção do vulcão Nevado del Ruiz), e o México vivenciou um desastroso terremoto.
A ideia inicial era falar da reconstrução dos desses países, mas logo decidiram focar outra questão: como essas nações, depois de viverem desastres naturais ou ditaduras, passaram a contrair uma dívida externa para se reerguer. E de que forma isso afetou suas populações.
"Isso entrou no nosso cotidiano, é meio natural, quase normal para a gente sempre estar devendo alguma coisa". diz Rodrigo Batista, integrante do p[H2].
TRÊS PARTES
O espetáculo foi dividido em três partes. A primeira ("O Rosto da Mulher Endividada") é um filme no qual dez mulheres (interpretadas pelas mães dos atores da p[H2]) representam uma mesma personagem: Helena Fracasso, que vive um sucessivo endividamento.
Na segunda ("Endividamento Privado"), feita em parceria com o grupo La Maldita Vanidad, três irmãos precisam decidir o que fazer com a casa do pai, que acaba de morrer, antes que ela apodreça.
Já o último ("Endividamento Público"), criado com a Lagartijas Tiradas al Sol, se passa logo após uma catástrofe. Destruído, o local deve ser reconstruído, mas, para isso, seu endividamento com outras nações só cresce.
O projeto também foi uma forma de o p[H2] trabalhar linguagens diferentes da sua, que se aproxima bastante da performance. Dessa forma, mesclou elementos do La Maldita (bastante realista e com pesquisa voltada à dramaturgia) e do Lagartijas (que busca o documental).
"Ainda quisemos nos aproximar do restante da América Latina", afirma Batista. Somos muito distantes, talvez por termos outra língua, mas é uma distância muito esquisita, porque ao mesmo tempo somos muito próximos, fisicamente e culturalmente."

PROJETO 85 - A DÍVIDA EM TRÊS EPISÓDIOS
QUANDO sáb. (15), às 20h, dom. (16), às 19h
ONDE Itaú Cultural - Espaço Multiuso, av. Paulista, 149, tel. (11) 2168-1777
QUANTO grátis
CLASSIFICAÇÃO 14 anos




×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber