Entretenimento

Diretor do Pânico é denunciado por humilhar funcionários 

Da Redação ·
Alan Rapp é acusado de tratar mal os funcionários (Divulgação)
Alan Rapp é acusado de tratar mal os funcionários (Divulgação)

Diretor do Pânico na TV, Alan Rapp está sendo acusado de ter faltado com respeito e humilhado funcionários da Band durante gravação no último dia 9. Em denúncia formal ao sindicato dos radialistas, técnicos da emissora afirmaram que foram xingados de incompetentes e com palavrões. Eles trabalhavam na gravação do quadro Pior Não Fica, do humorista e deputado federal Tiririca, que foi ao ar no último domingo (12). O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo confirma que recebeu a denúncia e que está tomando providências. Band e Rapp não se pronunciaram.

continua após publicidade

Essa não é a primeira vez que Rapp é acusado de insultar funcionários. Por isso, cinegrafistas e operadores de áudio ameaçam cruzar os braços da próxima vez que o diretor repetir esse tipo de comportamento em uma gravação. Os profissionais esperam uma atitude da direção da Band. Além de Tiririca, outros humoristas participavam da gravação. Rapp teria xingado os colaboradores com expressões do nível "pau no c*". Segundo várias fontes, Alan Rapp sempre teve um temperamento explosivo nos bastidores. 

No entanto, o fato de a audiência do Pânico na Band estar em queda teria piorado a situação. O humorístico registrou entre cinco e seis pontos nas suas últimas quatro edições e tem sido incomodado pelo Encrenca, da RedeTV!, que vem batendo na casa dos quatro pontos. Cada ponto equivale a 67 mil domicílios na Grande São Paulo. Procurada, a Band não se manifestou sobre o assunto. Alan Rapp foi procurado por e-mail e por telefone, mas não retornou os contatos feitos pela reportagem até a conclusão deste texto.