Mais lidas
Entretenimento

Após recurso, TCU anula débito de Guilherme Fontes referente a série

.

FERNANDA REIS
SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O ator e diretor Guilherme Fontes conseguiu anular a cobrança de uma multa e a devolução de R$ 15 milhões referentes à série documental "500 Anos de História do Brasil". Em março de 2006, o TCU (Tribunal de Contas da União) o multou em R$ 250 mil e cobrou a devolução de R$ 15 milhões aos cofres públicos.
Fontes havia obtido aprovação segundo leis de incentivo à cultura para fazer 36 episódios documentais, com 45 minutos de duração cada um, sobre a história do país.
Segundo o TCU, porém, Fontes não havia apresentado o produto final e tampouco prestado contas dos R$ 4,6 milhões que obteve. Pelo valor corrigido à época, ele e sua sócia no projeto, Yolanda Coeli, deveriam devolver aos cofres públicos R$ 15 milhões.
Fontes entrou, no entanto, com recurso, após um novo parecer técnico emitido pela Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura em 2010 concluir que o projeto teria sido, sim, concluído.
O Ministério Público que atua junto ao Tribunal de Contas da União também manifestou-se a favor de Fontes, julgando que sua prestação de contas estava regular. Os débitos do ator, portanto, foram considerados quitados.

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber