Entretenimento

Eleita no sábado, Miss Mundo Brasil perde coroa por não ser solteira

Da Redação ·
Miss Ilhabela Catharina Choi Nunes, que ficou em 2º lugar, vai assumir o título no lugar da Miss Sergipe (Foto: Leonardo Rodrigues/MMB)
Miss Ilhabela Catharina Choi Nunes, que ficou em 2º lugar, vai assumir o título no lugar da Miss Sergipe (Foto: Leonardo Rodrigues/MMB)

Pouco mais de 24 horas depois de receber a coroa de Miss Mundo Brasil, a candidata de Sergipe, Ana Luísa Castro, renunciou ao título conquistado no último sábado (27), em Florianópolis. De acordo com a organização, o "estado civil" de Ana Luísa fere o regulamento interno do concurso - só podem participar mulheres solteiras. Com a decisão, o posto será assumido pela segunda colocada, Catharina Choi Nunes,de 25 anos, representante de Ilhabela (SP).

continua após publicidade

Em nota, a organização do concurso informou que "o estado civil da miss não atende às exigências prescritas no regulamento, e ela optou por abrir mão do título". A organização do Miss Mundo Brasil afirmou que "não estava ciente do estado civil da candidata, que tem uma união homologada em outro país e decidiu por manter o processo de homologação para reconhecimento no Brasil". Ainda de acordo com a organização, Ana Luísa deve fazer uma manifestação oficial ainda nesta segunda (29).

Ana Luísa Castro, de 23 anos, havia sido eleita na noite deste sábado (27) a nova Miss Mundo Brasil. A jovem, natural de Vitória, seria a segunda negra a vencer em mais de 50 anos de concurso, segundo a organização. A primeira foi Joyce Aguiar, de São Paulo, há 14 anos.A final aconteceu em Florianópolis, pelo segundo ano consecutivo. A nova miss vai representar o Brasil no concurso Miss Mundo, que acontece em dezembro, na China. A representante de Mato Grosso do Sul, Paula Gomes, ficou em terceiro lugar.