Entretenimento

​Após fugir para viver romance, atriz de Carrossel ganha castigo da mãe: Namoro só em casa

Da Redação ·
Beatriz quis viver uma história de amor com o namorado de 17 anos - Foto:  Reprodução
Beatriz quis viver uma história de amor com o namorado de 17 anos - Foto: Reprodução

Após fugir para viver romance, atriz de Carrossel ganha castigo da mãe: "Namoro só em casa e de porta aberta"

continua após publicidade

Em maio deste ano, Beatriz Parizotto, atriz mirim de Carrossel, ganhou destaque nos noticiários policiais após ter desaparecido da casa dos pais. Aos 14 anos, a menina viajou de São Paulo para Belo Horizonte, Minas Gerais, para viver uma história de amor na companhia do namorado, o jovem Airton de Nunes Toledo, de 17 anos. O casal acabou sendo encontrado pelos familiares quase dois dias após a fuga.

O R7 conversou com Sandra Parizotto, mãe de Beatriz, para saber sobre as consequências do caso. 

continua após publicidade

— Está tudo bem agora. Beatriz e o Airton estão namorando em casa. Como castigo, Bia está sem acesso à rede social. A gente achou melhor dar um tempo de Facebook, Instagram... e nós temos conversado bastante também.

Sandra disse que a filha está bastante arrependida do que fez.

— Depois ela viu que o que fez foi uma coisa errada. Se os dois tivessem tido um pouquinho mais de paciência, as coisas iam acabar se acertando. Mas graças a Deus não aconteceu nada sério. Não foi falta de falar, falta de conversar, foi imaturidade mesmo. Acho que foi mais uma coisa de adolescente. Aquela coisa dos hormônios, quando agem sem pensar.

continua após publicidade

Outra punição de Sandra dada à filha foi de só poder namorar Airton em casa.

— Agora eles ficam na minha casa vendo TV ou ouvindo música no quarto da Bia mesmo, mas de porta aberta. É namoro normal de adolescente que tem que ficar supervisionando. Eles alugam filme, ficam conversando, jantam juntos com a gente. É um namoro normal mesmo.

Arrependida do que fez, Beatriz procurou amenizar o corretivo dado pela mãe.

— Não foi nenhum castigo. Foi uma decisão da família, porque o pessoal estava comentando pra caramba, né? Deixavam comentários nas redes sociais bem desagradáveis. Eu apaguei as fotos do meu Instagram. Eu já não tinha Facebook. O Tom [como costuma chamar o namorado] desativou o Facebook dele porque também estava rendendo muitos comentários. Acho que no fim foi superbom porque a gente agora não fica lendo coisas agressivas, a vida é bem melhor sem as redes sociais.

Confira matéria completa AQUI