Entretenimento

Morre a escritora Ruth Rendell, autora de best sellers de suspense herdeira de Agatha Christie

Da Redação ·
Morre a escritora Ruth Rendell, autora de best sellers de suspense herdeira de Agatha Christie
Morre a escritora Ruth Rendell, autora de best sellers de suspense herdeira de Agatha Christie

Escritora de best sellers de suspense, a britânica Ruth Rendell, autora de mais de 60 livros, morreu, ontem, aos 85 anos, anunciou a editora Penguin Random House. Apresentada frequentemente como uma das grandes damas do romance policial e uma digna herdeira de Agatha Christie, Ruth Rendell foi traduzida para mais de 20 idiomas. Nascida em Londres em 1930, Ruth sofreu um derrame em janeiro e desde então estava internada em estado crítico. Gail Rebuck, presidente da editora no Reino Unido, afirmou que “Ruth era muito admirada por toda a indústria editorial por sua brilhante obra”. “Uma observadora da sociedade perspicaz e elegante, muitos de seus thrillers apontavam para as causas que a preocupavam profundamente”, completou. 

continua após publicidade

Rendell era conhecida por seus thrillers psicológicos, tanto que os amantes do gênero consideram que ela renovou o estilo. 

O nome da escritora também é associado ao sucesso da adaptação para a TV de sua obra, The Ruth Rendell Mysteries. O sensível inspetor Reginald Wexford, personagem criada pela escritora, apareceu em seu primeiro romance e seguiu presente em seus livros nas mais de cinco décadas de carreira. Na série de 20 volumes com o inspetor, ela abordou diversos problemas sociais como a violência doméstica, o racismo ou a pobreza. Ela começou a escrever no jornalismo, de onde saiu por ser acusada de “inventar histórias”, o que foi o impulso para descoberta da sua verdadeira vocação. Membro da Câmara dos Lordes, alinhada politicamente à esquerda, Ruth escrevia os seus romances pela manhã e durante a tarde analisava projetos de lei e debatia as políticas governamentais.