Entretenimento

Claudia Raia publica esclarecimento sobre conta na Suíça

Da Redação ·
Claudia Raia (Foto: Thiago Duran/AgNews)
Claudia Raia (Foto: Thiago Duran/AgNews)

Claudia Raia usou seu Instagram para comentar matéria publicada pelo jornal "O Globo" nesta segunda-feira, 23, na qual é citada em uma lista de artistas que possuíram contas supostamente secretas em um banco em Genebra, na Suíça.

No post, entitulado "Nota de esclareciemnto", a atriz afirma que a conta que mantinha em conjunto com o ex-marido Edson Celulari foi encerrada no ano de 2006. De acordo com documento vazado por um ex-técnico de informática do banco HSBC, citado na matéria do jornal, a conta guardava um um total de US$ 135,7 mil.

Leia na íntegra o esclarecimento da atriz:


"Em relação a matéria 'Lista de correntistas do HSBC...' publicada hoje, venho informar que a conta citada – encerrada em 2006 - continha um dinheiro que era uma reserva pessoal, fruto de muito trabalho, com seus devidos impostos recolhidos. Sobre a associação leviana e irresponsável que a matéria tenta fazer entre a existência dessa conta e a captação de recursos para meus espetáculos musicais através da Lei Rouanet, gostaria de afirmar que sempre realizei corretamente a rígida e transparente prestação de contas exigida pela Lei - nunca houve nenhum tipo de dúvida sobre isso. Essas contas, inclusive, estão disponíveis no órgão competente para qualquer tipo de consulta.Sou uma empresária e produtora cultural que luta há 30 anos para levar espetáculos de qualidade à população brasileira, gerando empregos e capacitando profissionais no país. Não há o menor cabimento associar um antigo investimento pessoal meu a valores de captação para produções culturais realizadas por mim. Entendo a importância da investigação dos casos de corrupção que vêm assombrando nosso país e assim como todos os brasileiros torço para que os culpados sejam punidos".

Além de Claudia Raia e Edson Celulari, Maitê Proença, Jô Soares, Marília Pêra e Francisco Cuoco também aparecem no documento publicado na matéria do jornal "O Globo".

continua após publicidade

Fonte: EGO/Rio