Facebook Img Logo
Mais lidas
Entretenimento

​Império termina com Zé Alfredo morto pelo filho e brincadeira do autor

.

Durante a exibição do capítulo, a hashtag #ImperioFinal chegou a liderar os Trending Topics do Twitter - Foto: Alex Carvalho/TV Globo
Durante a exibição do capítulo, a hashtag #ImperioFinal chegou a liderar os Trending Topics do Twitter - Foto: Alex Carvalho/TV Globo

Com duas horas de exibição e intervalos comerciais longuíssimos, o último capítulo de Império terminou como a imprensa havia antecipado: Zé Alfredo foi morto com um tiro pelas costas disparado pelo filho José Pedro (Caio Blat), que acabou na cadeia.

Na cena final, a nova geração da dinastia Império posou para uma foto, com João Lucas (Daniel Rocha) como novo ocupante do ‘trono’ de imperador dos diamantes e líder do clã Mendonça e Albuquerque de Medeiros.

Zé Alfredo surgiu numa janela, em um canto do cenário da foto. Afiou as pontas do bigode e depois fechou as cortinas. Um fantasma? O Comendador forjou a própria morte pela segunda vez? Foi uma última pegadinha do autor Aguinaldo Silva, para provocar o público e os jornalistas que passaram meses escrevendo sobre a trama.

A sequência na qual Cristina (Leandra Leal) chora sobre o corpo do pai, logo após ele ser baleado, teve como trilha os versos “Deixe-me ir / Preciso andar / Vou por aí a procurar / Rir pra não chorar”, da música Preciso Me Encontrar, do sambista Cartola.

As viúvas Maria Marta (Lilia Cabral) e Maria Isis (Marina Ruy Barbosa), e as filhas Cristina e Maria Clara (Andreia Horta) jogaram as cinzas do Comendador do alto do Monte Roraima, onde a trama começou.

Em cena de flashback, Zé Alfredo apareceu no lugar, dizendo “nasci no dia em que coloquei meus pés aqui”. Após viajar escondido para o monte, João Lucas achou no chão da caverna a masbaha (amuleto religioso) do Comendador.

Durante a exibição do capítulo, a hashtag #ImperioFinal chegou a liderar os Trending Topics do Twitter. De acordo com dados prévios do Ibope, Império registrou 44 pontos de média. O mesmo índice conquistado na quinta-feira.

A censura da Globo contra palavrões foi ignorada. Após atirar em Maurílio (Carmo Dalla Vecchia), Zé Alfredo o encarou furioso: “Morre, ‘feladaputa’. Diz quem é o merda agora, diz”.

Entre os principais desfechos, Isis ficou sozinha, mas rica. Em seu testamento, Zé Alfredo tornou sua ‘sweet child’ sócia da joalheira Império.

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Últimas de Entretenimento

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber