Entretenimento

"Império": Cora mata Jurema e Reginaldo; saiba como será a cena

Da Redação ·
"Império": Cora mata Jurema e Reginaldo; saiba como será a cena
"Império": Cora mata Jurema e Reginaldo; saiba como será a cena

Conforme já noticiado pelo NaTelinha, Reginaldo (Flávio Galvão) volta de mais uma viagem misteriosa e descobre que Jurema (Elizangela) está trabalhando na casa de Cora (Marjorie Estiano). 

continua após publicidade

Revoltado, ele fala para a mulher que só retornou para defendê-la da vilã. Jurema não acredita, mas Reginaldo revela que certo dia saiu à procura de Jairo (Julio Machado) e gravou o momento em que ele colocou Fernando (Erom Cordeiro) desacordado no banco carona de um carro. "E daí que, exatamente no dia seguinte, veja que coincidência, saiu nos jornais que o carro do advogado caiu numa ribanceira e explodiu. E ele tinha morrido no acidente. Acontece que não foi acidente, é claro. Jogaram o carro no abismo com o coitado lá dentro", diz Reginaldo.

Jurema conclui que Cora fez questão de se livrar de Jairo, seu cúmplice. Ela combina com Reginaldo de continuar trabalhando como empregada para conseguir provas contra a vilã.
  Até que certo dia Cora flagra Reginaldo em sua casa e ele a ameaça. Para não ser denunciada, a vilã aceita ser escrava deles.    Mas a tentativa de Reginaldo em se vingar de Cora não vai durar muito tempo. Cora mata Reginaldo com um tiro certeiro.   Já Jurema morre sendo empurrada pela vilã. Sem pena, Cora arremessa a mãe de Jairo escada abaixo e ela tomba sem vida.    Em declaração ao jornal O Dia, Aguinaldo Silva revelou: "Reginaldo bem que tentará, mas Cora o mata e aproveita para matar Jurema também. Esta será empurrada da escada e Reginaldo morto com um tiro do próprio revólver. Claro que Cora se rasgará toda, literalmente, e dirá à polícia que Reginaldo a agarrou em seu quarto, que Jurema deu o flagrante quando ia fugir e Reginaldo a empurrou escada abaixo. E aí, para evitar que ele também a matasse, Cora atirou nele com o revólver que ele havia deixado em sua mesinha de cabeceira, quando tentava dar um pega nela."