Facebook Img Logo
  1. Banner
Mais lidas
Entretenimento

Marta quis atirar em Deus e acabou acertando no padre, diz Juca Ferreira

.

JULIANA GRAGNANI, ENVIADA ESPECIAL
BRASÍLIA, DF - Juca Ferreira, novo ministro da Cultura, afirmou nesta segunda-feira (12) que a ex-ministra e atual senadora Marta Suplicy (PT) quis "atirar em Deus e acabou acertando no padre de uma paróquia".
"Eu sou um alvo eventual", afirmou, após o evento de transmissão de cargo no Teatro Plínio Marcos, na Funarte, em Brasília.
Quando Juca foi anunciado novo ministro da Cultura, em dezembro, Marta publicou mensagem no Facebook alegando que ele havia cometido "desmandos" à frente da pasta que geriu de 2008 a 2010. Antes disso, Juca serviu como secretário-executivo do ex-ministro Gilberto Gil (2003-2010).
Ao ser questionado sobre os "desmandos", em entrevista ao jornal "O Estado de S. Paulo" publicada neste domingo (11), Marta afirmou que havia mandado à Controladoria-Geral da União (CGU) documentos com supostas irregularidades cometidas na Cinemateca Brasileira durante gestão de Juca.
A Cinemateca, localizada na Vila Clementino, em São Paulo, é responsável por guardar e preservar o acervo de cinema do Brasil.
"Essa denúncia vem do tempo da Ana de Hollanda, é um procedimento rotineiro da CGU. A única irregularidade séria que tem aí é da passagem da gestão da Ana de Hollanda para Marta Suplicy. É a aprovação de um repasse", rebateu Juca. "Não foi ela que apresentou [a denúncia]."

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.

Edhucca

Últimas de Entretenimento

×

Newsletter

Conteúdo direto para você:

Quero Receber