Entretenimento

Cientistas acham partículas em cápsula de sonda que retornou de asteroide

Da Redação ·
 A sonda lançou a cápsula - do tamanho de uma bola de basquete - quando sobrevoava a zona militar Woomera, no deserto australiano em 13 de junho
fonte: Foto por Jaxa/AFP
A sonda lançou a cápsula - do tamanho de uma bola de basquete - quando sobrevoava a zona militar Woomera, no deserto australiano em 13 de junho

A Jaxa (Agência de Prospecção Aeroespacial do Japão) achou "partículas diminutas" no interior da cápsula Hayabusa, que retornou à Terra em junho após uma viagem de sete anos com a missão de recolher mostras de um asteroide.

continua após publicidade

Segundo informou nesta segunda-feira (5) a televisão NHK, as análises microscópicas do interior da cápsula revelaram a presença de partículas de até um milímetro, embora ainda se desconheça se pertencem ao asteroide ou se é matéria terrestre que contaminou a sonda antes de seu lançamento.

continua após publicidade

A Jaxa deve agora começar as análises sobre as partículas para comprovar se alguma pertence ao asteroide Itokawa, sobre o qual a cápsula pousou em 2005, embora os resultados só devam ser conhecidos em agosto, informa a NHK. Se for confirmado que procedem do Itokawa, as partículas seriam as primeiras mostras de um asteroide recolhidas no espaço exterior.

continua após publicidade

Caso a poeira tenha realmente sido capturada, os cientistas vão usá-la para buscar pistas sobre a formação da Terra e do Sistema Solar. Também analisarão o que poderá ser feito caso o planeta corra o risco de ser destruído pelo impacto de um asteroide.

Asteroides são objetos espaciais metálicos e rochosos que fazem sua órbita em torno do Sol, mas são muito pequenos para serem considerados planetas. A maior parte está localizada entre Marte e Júpiter.