Entretenimento

A mensagem dos arcanjos celestiais aos filhos da terra: decretos divinos

Da Redação ·
 A mensagem dos arcanjos celestiais aos filhos da terra - Imagem: Divulgação
fonte:
A mensagem dos arcanjos celestiais aos filhos da terra - Imagem: Divulgação

Setembro não é apenas mais um mês no calendário para os católicos. Além de ser de consagrado o Mês da Bíblia, dia 29 de setembro reúne em única celebração os três arcanjos mais conhecidos da história do catolicismo e das religiões: Miguel, Rafael e Gabriel. Esses três arcanjos representam a mais alta hierarquia dos anjos-chefes de Deus e são considerados os "mensageiros dos decretos divinos" na terra. 

continua após publicidade

São Miguel é o antigo padroeiro da sinagoga e atualmente padroeiro universal da Igreja. Já São Gabriel, é o anjo da ‘Anunciação’, enquanto São Rafael é o guardião da saúde e da cura física e espiritual. A pesquisadora Lílian Marçal de Oliveira, de Apucarana, autora do livro ‘São Miguel Arcanjo - O defensor dos Filhos da Terra’, lançado pela TN Editora, observa que antes da reforma do novo calendário, cada anjo tinha seu próprio dia a ser festejado. Assim, Gabriel era festejado dia 24 de março, Rafael em 24 de outubro e Miguel dia 29 de setembro.

Lílian frisa que tanto a Igreja Católica, como a Igreja Anglicana e a Igreja Episcopal americana celebram e festejam a nova data. Já as igrejas armênias e russas celebram no dia 8 de novembro o culto a São Miguel. A pesquisadora comenta que Miguel sempre teve um lugar de destaque dentro da Igreja. Tanto que recentemente, o papa Francisco inaugurou uma estátua nos jardins do Vaticano em homenagem a São Miguel Arcanjo, o que demonstra o apreço e respeito não só dele, mas da Igreja Católica com esse ser celeste. A imagem, segundo o papa, “é um convite à reflexão e à oração”.O bispo da Diocese de Apucarana, dom Celso Antônio Marchiori, explica que a devoção dos católicos aos três arcanjos advém dos ensinamentos da própria Igreja. 

continua após publicidade

Pesquisadora Lílian Marçal de Oliveira: "os anjos sempre foram
vistos como seres que nos protegem e servem à Deus”

“Eles sempre foram vistos como seres que nos protegem e servem à Deus”, afirma. O gesto do papa Francisco, no entendimento de dom Celso, é nobre. No dia 29 de setembro, o bispo comenta que todas as igrejas irão fazer uma oração em homenagem aos arcanjos durante as missas celebradas na próxima segunda-feira. O livro - Após anos assíduos de estudos, a pesquisadora Lílian Marçal de Oliveira, de Apucarana, lançou no início deste ano o livro ‘São Miguel Arcanjo - O defensor dos Filhos da Terra’, pela TN Editora. Ela, que é autora da coluna “Fluidos Positivos”, publicada semanalmente na Uau!, revista do jornal Tribuna do Norte, e no Jornal da Manhã, de Ponta Grossa, já compartilha há anos seu conhecimento angélico neste espaço. 

continua após publicidade

Em ‘São Miguel Arcanjo’, Lílian escolheu textos de fácil compreensão para que o leitor possa conhecer de forma clara o perfil deste “Anjo Guerreiro”, mensageiro de Deus. 

Neste período de pesquisa, a escritora colheu dados do Arcanjo Miguel desde Gênesis até Apocalipse, mostrando sua constante presença junto do povo de Deus e relatando as diferenças entre anjo, arcanjo e anjo caído. 

Quem ganha destaque no livro também são os arcanjos Gabriel e Rafael, dos nove coros angelicais; o anjo caído Lúcifer e a queda de Adão e Eva. Lílian apresenta os locais em que o Anjo de Luz apareceu e as algumas batalhas em que ele intercedeu. Além disso, a pesquisadora acrescentou neste trabalho orações, decretos, exorcismos, apelos e o Rosário dos Nove Coros Angelicais. Percebe-se que a escritora não ficou focada apenas nos anjos, citando também outras vertentes religiosas e místicas. 

continua após publicidade

Passagens do patriarca Abraão de Moisés, Gideão, Sansão e tantos outros que fizeram parte da história da humanidade são citados pela autora. Na obra, Lílian agregou ainda pareces de alguns segmentos religiosos, através de opiniões de representantes religiosos como do padre Pedro Odair Machado, o padre Pedrinho, pároco da Paróquia Cristo Rei, de Apucarana; do pastor jubilado Davi Moroz, da Igreja Adventista do Sétimo Dia, de Curitiba; da irmã Maria de Lourdes, da Congregação dos Santos Anjos, de São José dos Pinhais; e do sensitivo Marcelo Cristal, de Curitiba. 

Textos extraídos do livro São Miguel Arcanjo- O defensor dos filhos da Terra:- Sua Santidade João Paulo II, na visita de 24 de maio de 1987 ao Santuário de São Miguel, na Itália, em seu discurso fez a seguinte alusão ao povo cristão: “Que recorram a São Miguel, nesta luta tremenda entre o bem e o mal”.

continua após publicidade

- O Papa Pio XII, conhecido como pastor Angélico, proclamou em seus encontros religiosos que era urgente recorrermos à proteção de São Miguel. Lembrando que ele é o protetor e o defensor da Igreja de Cristo e dos seus fiéis;

- O Papa Leão XIII, iluminado por Deus, compreendeu que era São Miguel que o Senhor havia reservado a honra de precipitar novamente no abismo a satanás e a outros espíritos malignos.

“O Papa quando dava sua ação de graças na missa, viu em determinado momento a Terra ser inundada por nuvens sombrias de espíritos infernais. Teria ouvido a discórdia entre satanás e Jesus Cristo, dizendo-lhe que desse mais tempo e ele destruiria a sua igreja...Terás o tempo que pedes, depois faremos as contas, respondeu-lhe Jesus”. 

continua após publicidade

SERVIÇO:

São Miguel Arcanjo 

O Defensor dos Filhos da Terra

Autora: Lílian Marçal de Oliveira 

Páginas: 286

Publicação: TN Editora 

Locais de venda: no jornal Tribuna do Norte, em Apucarana. Informações: (43) 3420-1177