Entretenimento

Personal trainer fica obeso para viver dificuldade enfrentada pelos alunos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Personal trainer fica obeso para viver dificuldade enfrentada pelos alunos
fonte: Foto: Divulgação
Personal trainer fica obeso para viver dificuldade enfrentada pelos alunos

Em maio de 2011, o personal trainer Drew Manning decidiu viver na pele a dificuldade que seus alunos sentiam para emagrecer. Cansado de ouvir que ele não entendia quão difícil era estar acima do peso, o americano, que sempre foi magro, deu início ao projeto “Fit2fat2fit”. Durante seis meses, ficaria sem se exercitar e abandonaria a alimentação saudável, registrando seu dia a dia em um blog. Depois faria o processo inverso: tentaria recuperar os 87kg iniciais.

continua após publicidade

- A principal razão pela qual eu decidi embarcar nesta jornada foi porque meus clientes diziam que eu não entendia quão difícil era estar acima do peso, já que sempre estive em forma. Eles estavam certos, eu não conseguia entender por que era tão difícil para eles comer de forma saudável e se exercitar. E eu também queria inspirar as pessoas de uma maneira única.

Sob acompanhamento médico, Drew passou a comer alimentos ricos em gordura e açúcar, além de beber muito refrigerante. Ele esperava ganhar de 20 a 25 quilos durante as 32 semanas em que engordaria, mas o ponteiro da balança chegou aos 34 quilos. Engordar só não foi ainda mais fácil porque o personal trainer era viciado em praticar exercícios. Antes, malhava cinco vezes por semana e ficava com peso na consciência quando não conseguia se exercitar.

continua após publicidade

- Decidi parar de me exercitar e me permitir comer o que eu quisesse quanto eu quisesse, vivia um estilo de vida típico de um americano sedentário. Na verdade, foi muito fácil no início. Eu não precisava ir à academia, o que significava mais tempo livre e, não vou mentir, o gosto dos alimentos era muito bom! Foi difícil não poder malhar porque eu era viciado em me exercitar e estar em forma - conta.

No entanto, junto com os quilos vieram a preguiça, os problemas de saúde e a queda da autoestima. Tarefas simples, como amarrar os sapatos ou levantar do sofá, exigiam um esforço cada vez maior. Aos poucos, a mudança começou a afetar também o casamento do americano. Ao iniciar o projeto, ele tinha consciência de que seu corpo se transformaria, só não esperava sentir vergonha de ser visto sem roupa pela própria esposa.

Confira matéria completa AQUI