Entretenimento

Justiça absolve Gentili por oferecer banana a negro

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Justiça absolve Gentili por oferecer banana  a negro
fonte: Foto: Arquivo/ Band
Justiça absolve Gentili por oferecer banana a negro

O humorista Danilo Gentili foi absolvido pela 10ª Vara Criminal da Justiça do Estado de São Paulo por ter oferecido bananas a um homem negro no Twitter, em 2012. O juiz Marcelo Matias Pereira não considerou que a postagem teve o intuito de ofender a vítima em questão, Thiago Ribeiro.

continua após publicidade

Segundo a decisão da Justiça, "seria necessário algo a mais do que uma piada grosseira e infeliz, vale dizer, um intuito de realmente ofender a vítima, desqualificando-a pela cor de sua pele, o que não ocorreu no caso em questão".

De acordo com o juiz, a vítima em questão se identificava como "King Kong" na rede social. "São pelo menos três mensagens que o ofendido dizia ser um 'King Kong', bem como que iria fazer o réu pagar por supostos crimes cometidos", diz a decisão.

O incidente ocorreu na madrugada do dia 1º de outubro de 2012, quando Danilo respondeu a críticas de Thiago, que o acusava de ter uma postura racista em relação aos afrodescendentes no programa que apresentava na época.

continua após publicidade

Danilo ainda tomou um "puxão de orelha" no processo. "O réu tem que entender que há limites para as brincadeiras, ainda mais quando direcionadas a um indivíduo específico, o que tristemente tem sido feito pelos comediantes para chamar atenção da mídia, gerar lucros com eventual 'sucesso' nos meios de comunicação, o que não os isenta da responsabilidade indenizatória, já que aquele que aufere os bônus deve arcar com os ônus de sua conduta".