Entretenimento

Justin Bieber é retido no aeroporto de Los Angeles

Da Redação ·
 O cantor foi interrogado durante algumas horas pelos agentes de imigração americanos até ser liberado Foto: Miami Beach PD / Divulgação Ocantor canadense Justin Bieber foi retido na última quinta-feira (24) por algumas horas no controle de estrangeiros do aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos, após sua chegada em um voo vindo da Ásia, informou o jornal Los Angeles Times.  Embora não tenha se tratado de uma detenção formal, fontes anônimas citadas pelo jornal explicam que o cantor foi interrogado durante algumas horas pelos agentes de imigração americanos até ser liberado, sem que nenhuma medida tenha sido tomada contra ele.  O incidente ocorreu depois que, na última quarta-feira (23), um juiz americano resolveu adiar para o dia 7 de julho o julgamento do cantor, acusado de dirigir sob a influência de
fonte:
O cantor foi interrogado durante algumas horas pelos agentes de imigração americanos até ser liberado Foto: Miami Beach PD / Divulgação Ocantor canadense Justin Bieber foi retido na última quinta-feira (24) por algumas horas no controle de estrangeiros do aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos, após sua chegada em um voo vindo da Ásia, informou o jornal Los Angeles Times. Embora não tenha se tratado de uma detenção formal, fontes anônimas citadas pelo jornal explicam que o cantor foi interrogado durante algumas horas pelos agentes de imigração americanos até ser liberado, sem que nenhuma medida tenha sido tomada contra ele. O incidente ocorreu depois que, na última quarta-feira (23), um juiz americano resolveu adiar para o dia 7 de julho o julgamento do cantor, acusado de dirigir sob a influência de

cantor canadense Justin Bieber foi retido na última quinta-feira (24) por algumas horas no controle de estrangeiros do aeroporto de Los Angeles, nos Estados Unidos, após sua chegada em um voo vindo da Ásia, informou o jornal Los Angeles Times.

continua após publicidade

Embora não tenha se tratado de uma detenção formal, fontes anônimas citadas pelo jornal explicam que o cantor foi interrogado durante algumas horas pelos agentes de imigração americanos até ser liberado, sem que nenhumamedida tenha sido tomada contra ele.

O incidente ocorreu depois que, na última quarta-feira (23), um juiz americano resolveu adiar para o dia 7 de julho o julgamento do cantor, acusado de dirigir sob a influência de substâncias tóxicas em Miami, além de ter apresentado resistência à autoridade sem violência, entre outras acusações.

continua após publicidade

Bieber foi detido no dia 23 de janeiro deste ano, em Miami Beach, por ter sido flagrado pela polícia dirigindo com carteira vencida e, supostamente, sob a influência de substâncias tóxicas.

O cantor admitiu para os policiais que tinha fumado maconha, bebido algumas cervejas e ingerido remédios com receita e, após participar de videoconferência com o juiz e pagar a fiança, foi liberado em poucas horas.

O relatório toxicológico divulgado em fevereiro mostrou que o nível de álcool no sangue de Bieber no momento de sua detenção estava abaixo do limite legal do estado da Flórida, que é de 0,08%. As análises de urina determinaram a presença de maconha e Xanax - um fármaco contra a ansiedade - em seu organismo.

continua após publicidade

No dia 29 de janeiro, Bieber se declarou "inocente" das acusações que enfrenta. Se for considerado culpado, o cantor pode pegar pena de até seis meses de prisão.

A conduta de Bieber, envolvido em outras polêmicas de vandalismo e potencial consumo de substâncias tóxicas, fez com que 275 mil pessoas assinassem uma petição para solicitar que a Casa Branca determinasse a deportação do cantor canadense por causa de seu comportamento inadequado.

A Casa Branca se recusou a tomar a frente do caso, e disse que deixaria a decisão sobre a deportação de Justin Bieber "em outras mãos".