Entretenimento

Se estivesse vivo Renato Russo faria 54 anos hoje

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Se estivesse vivo Renato Russo faria 54 anos hoje
fonte: Foto: Arquivo
Se estivesse vivo Renato Russo faria 54 anos hoje

Símbolo de rebeldia da “geração coca-cola” e um dos vértices da emergente cena da cultura jovem no país dos anos 1980, Renato Russo, líder da Legião Urbana, completaria 54 anos nesta quinta-feira (27), mas estaria distante do rock, na opinião de familiares e amigos do cantor. Hoje, ele estaria escrevendo livros, peças de teatro, dirigindo e fazendo roteiros para filmes, compondo óperas e desenvolvendo trabalhos sociais com crianças, dizem.

continua após publicidade
confira também

A mãe de Renato, Carminha Manfredini, cita que o filho tinha um plano. Depois de cinco décadas de vida, ele iria se afastar do barulhento mundo do rock para se aventurar por outras linguagens. Renato Russo morreu em 1996, aos 36 anos, em decorrência de complicações causadas pela Aids.

“Ele disse para mim: ‘Mãe, a partir de 50 anos eu vou parar com rock, com isso tudo, e vou escrever’. Ele tinha ideia de fazer peças teatrais. Junto com amigos, estava pensando em fazer uma ópera. Hoje, nessa época, eu tenho certeza que ele estaria no cantinho dele escrevendo, compondo, criando essas coisas todas”, afirma.

continua após publicidade

A irmã do artista, Carmem Teresa Manfredini, também diz acreditar que o irmão estivesse escrevendo roteiros para cinema, peças de teatro e óperas. “Ele pensava em filmes. Provavelmente não estaria mais na Legião. Eu acho que ele também faria uma creche para crianças carentes. Ele era professor, tinha essa preocupação com a educação, com a área social”, diz.