Entretenimento

Tecladista do Guns N' Roses diz que formação atual é melhor que a original

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Tecladista do Guns N' Roses diz que formação atual é melhor que a original
fonte: Arquivo
Tecladista do Guns N' Roses diz que formação atual é melhor que a original

O Guns N' Roses que chega ao Brasil para sete shows em 2014 é melhor do que a formação dos primeiros discos, no final dos anos 80 e início dos 90. Essa é a opinião de Dizzy Reed, membro mais antigo do grupo além do líder Axl Rose. O tecladista falou ao G1 antes da turnê brasileira. A banda passa em março pelo Rio (20), Belo Horizonte (22), Brasília (25), São Paulo (29) Curitiba (30), e em abril por Florianópolis (1º) e Porto Alegre (3).

Aos 50 anos de idade e 24 de trabalho no Guns, Dizzy diz que tocar é questão de "sobrevivência". "Não sei mais fazer outra coisa", conta. O músico defende o processo criativo de Axl Rose, que demorou 15 anos para lançar o disco "Chinese democracy": "Vale a espera", afirma. Dizzy admite que o Guns de hoje é a "banda de Axl". Sem membros originais como os guitarristas Slash e Izzy Stradlin, o tecladista não tem dúvida que o controle é do cantor. Mas não vê problema: "O Guns atual é uma das melhores formações que a banda já teve. Temos três guitarristas que estão entre os melhores do mundo e uma parte rítmica monstruosa. Se eu tivesse que votar, diria que é a atual".

continua após publicidade