Entretenimento

Renato Aragão agradece apoio: 'Vou ter que ter três corações' para retribuir

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Renato Aragão agradece apoio: 'Vou ter que ter três corações' para retribuir
fonte: Arquivo
Renato Aragão agradece apoio: 'Vou ter que ter três corações' para retribuir

Dois dias depois de sofrer infarto, Renato Aragão deu entrevista ao vivo por telefone para Ana Maria Braga no programa Mais Você nesta segunda-feira (17) e agradeceu o apoio dos fãs, além de dizer que está "melhor do que estava".

continua após publicidade

"Vou aproveitar aí e mandar um beijo para todo mundo que me ligou. Não tenho como retribuir tudo isso. Vou ficar devendo para o resto da minha vida. Vou ter que ter três corações para agradecer tudo isso", disse Renato.

confira também

Ele ainda falou que está se recuperando bem. "Não aconteceu nada de grave. Poderia ter sido, mas estou até melhor do que estava", disse ele. O artista também admitiu que se emocionou durante o aniversário de 15 anos da filha, Lívian.

continua após publicidade

Infarto agudo do miocárdio

O humorista Renato Aragão, de 79 anos, sofreu, no sábado (15), um infarto agudo do miocárdio, segundo o Hospital Barra D'Or, onde ele está internado. A informação foi repassada pela unidade em uma nota oficial na tarde deste domingo (16). O humorista passou por uma angioplastia e segue internado na Unidade Coronariana. De acordo com o cunhado Reivaldo Taranto, que falou ao G1 na manhã deste domingo (16), Aragão passa bem.

"Ele está como ontem, estável. O que eu sei é que cheguei de manhã e encontrei com a Lilian [esposa do humorista] . Ele está bem tranqüilo. O médico já passou e disse que está tudo bem e que vai segurar ele um pouquinho ainda. O médico particular dele falou que ele tem um procedimento, então, deve ficar uns dois dias no hospital. A Lilian está lá dentro com ele e passou a noite com ele", declarou Reivaldo.

continua após publicidade

Ainda de acordo com a nota divulgada pelo Barra D'Or, o quadro do paciente é "estável hemodinamicamente".

Intérprete do personagem Didi, que completou 50 anos em 2010, o ator foi nomeado embaixador da Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Além do trabalho na televisão, Renato Aragão já fez mais de 40 filmes. Parte deles com os amigos do grupo "Os Trapalhões", que deixou de ser produzido em 1995 após 18 anos de existência.