Entretenimento

Corpo de Nelson Ned é cremado

Da Redação ·
Foto/imagem: R7.com - Reprodução/Rede Record
fonte:
Foto/imagem: R7.com - Reprodução/Rede Record

O cantor Nelson Ned, que morreu na manhã de ontem (5), aos 66 anos, devido a complicações de um quadro de pneumonia, foi cremado.

No sábado, ele havia dado entrada na instituição com um quadro de infecção respiratória aguda, pneumonia e problemas na bexiga. Desde o último dia 24 de dezembro, Ned estava registrado na casa de repouso Recanto São Camilo, na Granja Viana, onde recebia diariamente a visita de uma irmã e do cunhado.

Foi na casa de repouso que a ambulância o socorreu, rumo ao hospital.

Carreira

Nelson Ned nasceu em Ubá, em Minas Gerais, em 2 de março de 1947.

Nos anos 60, iniciou carreira e gravou discos que repercutiram, inclusive, na América Latina.

Seu maior sucesso é a canção "Tudo Passará", de 1969. Essa música teve mais de 40 regravações.

Em 1996, Ned lançou a biografia "O Pequeno Gigante da Canção", referência à sua condição de anão. Ele media 1,12 m de altura.

O artista sofreu um acidente vascular cerebral (AVC) em 2003.

Como consequência do AVC, perdeu a visão de um olho e precisou se locomover com a ajuda de uma cadeira de rodas, além de enfrentar diabetes, hipertensão arterial e foi diagnosticado também com mal de Alzheimer em fase inicial.

continua após publicidade