Entretenimento

"Minha vida está uma doideira", diz Fiuk

Da Redação ·
 Fiuk diz que consegue conciliar a rotina de sucesso com a família
fonte: Quem
Fiuk diz que consegue conciliar a rotina de sucesso com a família

O ator e cantor conta como consegue concilar o sucesso estrondoso com a cabeça equilibrada de um jovem que adora a família e namora firme uma mulher oito anos mais velha, a produtora de moda Natália Frascino, de 27 anos.
 

continua após publicidade

Os dois estão juntos há um ano e oito meses. “Quando nos conhecemos, ele tinha acabado de completar 17 anos e mentiu que tinha 18, que tinha carteira de motorista. Foi um choque para mim, mas eu já estava apaixonada. Fiuk tem a cabeça muito boa”, diz Natália. Ela conta como foi difícil lidar com o sucesso repentino do namorado. “Demorou um pouco para eu cair na real. Foi um processo de aceitação. A gente sempre fez tudo junto. Mas tenho que entender que é o momento de ele acontecer. Então, apoio”, afirma.
 

Aos 19 anos, o filho de Fábio Jr. é o protagonista de Malhação ID, na TV Globo, está em cartaz nos cinemas com o filme "As Melhores Coisas do Mundo", de Laís Bodanzki, vai lançar uma linha de roupas e acaba de ganhar um quadro no "Fantástico". Nos finais de semana, ele viaja em turnê pelo Brasil com a banda Hori, grupo de pop rock do qual é vocalista desde 2003. "Minha vida está uma doideira. Tenho gravado até tarde da noite, mas tenho o maior prazer em produzir. Meu pai brinca dizendo 'como é bom ter 19 anos' ", diz ele.
 

continua após publicidade

Sua mais nova conquista foi emplacar uma música no CD da trilha sonora de "Eclipse", terceiro filme da saga "Crepúsculo", que a Warner lançará no Brasil em 24 de junho. Tudo isso em menos de um ano. "Nunca pensei que fosse fazer tanto sucesso em tão pouco tempo", afirma. A Hori, que até ano passado fazia quatro shows por mês, para um público de aproximadamente 500 pessoas, hoje faz dez e reúne de 4 mil a 6 mil fãs. Segundo o empresário do grupo, Celso Giunti, o cachê do grupo também subiu de 5 mil para 50 mil reais. “É muito bom ver meu filho construindo a carreira dele com sucesso. Antes ele era o filho do Fábio Jr. Agora, eu sou o pai do Fiuk”, diz o pai.