Entretenimento

Espólio de Michael Jackson deve US$ 702 milhões à Receita dos EUA

Da Redação ·
 Herdeiros teriam subestimado lucros do cantor Foto: Getty Images
fonte:
Herdeiros teriam subestimado lucros do cantor Foto: Getty Images

O espólio do cantor Michael Jackson deve US$ 702 milhõe em impostos atrasados e multas, disse o Serviço de Arrecadação Interna da IRS (Receita Federal dos EUA), nesta sexta-feira (23), em acusação apresentada à Justiça Tributária.

continua após publicidade

O IRS diz que o espólio acumulou essa dívida porque subestimou em centenas de milhões de dólares o patrimônio deixado pelo artista, que morreu em 2009, aos 50 anos, vítima de uma overdose de medicamentos.

Em julho, os responsáveis pelos bens deixados por Jackson contestaram judicialmente a cobrança tributária, que na ocasião não teve seu valor divulgado.

continua após publicidade

A declaração de bens do espólio, entregue em 2009, dizia que o cantor havia deixado um patrimônio tributável de US$ 7 milhões. Em maio, no entanto, a IRS expediu uma notificação cobrando US$ 505,1 milhões, além de US$ 196,9 milhões, segundo documentos protocolados na terça-feira (20).

A IRS considerou que somente a imagem pública de Jackson valia US$ 434 milhões, enquanto o espólio a avaliou em apenas US$ 2.105 dólares.

Além disso, o espólio não contabilizou sua participação na editora musical MJ/ATV Publishing Trust, o que Receira avaliou em 469 milhões de dólares.

Um representante dos herdeiros de Jackson disse que a IRS se baseou em "suposições errôneas e especulativas, não amparadas pelos fatos ou pela lei".