Entretenimento

Emoção marca missa de 7.º dia da mãe de Roberto Carlos

Da Redação ·
 Roberto Carlos recebe um beijo de Rosemary
fonte: Fabio Mota/AE
Roberto Carlos recebe um beijo de Rosemary

Foi uma cerimônia simples, mas marcada por muita emoção. Na missa de sétimo dia de sua mãe, Laura Moreira Braga, Roberto Carlos comoveu as cerca de 150 pessoas que acompanhavam a cerimônia, nesta sexta, 23, ao cantar três músicas. Em pé, no segundo banco da igreja, voltado para o altar, Roberto cantou Nossa Senhora, Jesus Cristo e, é claro, Lady Laura, que ele compôs em homenagem à mãe.

continua após publicidade

De acompanhamento, o teclado do maestro Eduardo Lage e as vozes sussurradas de quem acompanhava na pequena igreja Nossa Senhora Brasil, na Urca. Diante dos aplausos, o Rei agradeceu. "Esses aplausos são para a minha Lady Laura, a nossa Lady Laura", disse, muito emocionado. Laura morreu no dia 17, aos 96 anos, de infecção respiratória. Durante a missa, Roberto chorou várias vezes. Foi consolado pelo irmão, Carlinhos, que estava sentado ao seu lado, junto com a irmã Norminha. Os três vestiam azul (a cor preferida do Rei) e branco.

continua após publicidade

A missa foi celebrada por quatro padres, Jorjão, Damasceno, Moraes e Antonio Maria. Dentro da igreja, apenas parentes e amigos. Estavam lá a mulher do vice-presidente José Alencar, Marisa, a cantora Rosemary, a ex-mulher de Roberto, a atriz Myriam Rios, o humorista Tom Cavalcante e a bailarina Ana Botafogo, entre outros. Roberto foi o último a entrar na pequena igreja, que fica a poucos passos da sua casa, à beira da Baía de Guanabara. Não houve tumulto. Cerca de 30 fãs observavam do outro lado da calçada a movimentação na igreja. Dez seguranças, além de guardas municipais mantiveram a ordem. Só podia entrar na igreja quem estava numa lista. Roberto entrou pela porta dos fundos da igreja e esperou na sacristia a hora da missa. No final da cerimônia, ainda ficou cerca de 20 minutos na igreja cumprimentando, com um beijo e um abraço, cada um dos presentes.