Entretenimento

Alunos da Apae de Cambira desafiam limites físicos e psicológicos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Alunos da Apae de Cambira desafiam limites físicos e psicológicos
fonte: divulgação
Alunos da Apae de Cambira desafiam limites físicos e psicológicos

Existente há 10 anos, o grupo de dança e artes cênicas da Apae de Cambira acaba de superar mais um desafio e se prepara para participar do IX Festival Nacional Nossa Arte 2013, em São Luís, capital do estado do Maranhão, de 14 a 18 de novembro. Após vencer o IX Festival Estadual Nossa Arte, em União da Vitória em abril deste ano, a turma vai apresentar as peças de dança “O outro eu – Ecos da Alma e a de cênicas Nise da Silveira – Viagens do Inconsciente.

Segundo a professora Cláudia Mara Moretti, os problemas entre os jovens variam entre Síndrome de Down, transtorno de conduta e deficiência intelectual. O espetáculo de dança, de acordo com Cláudia, revela a busca incessante do ser humano em alcançar a individuação, processo pelo qual ele consegue atingir o autoconhecimento. Já a peça cênica, segundo a professora, é baseada na história de Nise de Oliveira, a rebelde psiquiatra brasileira que ultrapassou todos os limites de seu tempo com a corajosa ruptura com métodos agressivos através da arte. “Nas apresentações os alunos superam seus limites físicos e psicológicos. A cada apresentação é uma surpresa para nós”, revela a professora.

Há três anos na Apae de Cambira, a aluna do grupo Eloísa Pereira de Oliveira, 11, tem deficiência intelectual, mas o problema não a deixa parar de sonhar, nem desistir de seus objetivos. “É muito importante estar no grupo”, conta Eloisa. A professora Cláudia Mara Moretti, coordenadora do grupo há 10 anos, conta que a jovem foi considerada pela turma o talento revelado de 2012. “Ela era muito fechada e quase não se comunicava. Depois que começou a participar do grupo ela se tornou mais extrovertida e sociável”, avalia a professora.

Outra menina que está satisfeita com a inclusão no grupo de dança e cênicas é Danieli de Paula Rodrigues, 20, deficiente intelectual. Ela está na turma há dois anos e comemora todas as evoluções que teve durante este tempo. Ela é protagonista da peça baseada na vida de Nise de Oliveira e a cada dia supera seus limites. “Se eu não fizesse parte do grupo talvez não tivesse as oportunidades que estou tendo como mostrar meu talento e viajar pelo Brasil”, comemora Danieli.
Enquanto Dani, como é chamada pelos amigos, faz o papel da psiquiatra que apoia a arte, o aluno Alex de Oliveira Ferragine, 18, deficiente intelectual, interpreta um psiquiatra que apoia os métodos agressivos. “Acredito que fazer parte deste grupo é uma terapia pra mim”, conta Alex.

Além de atuar e dançar, o jovem também se aventura na música e há 4 anos toca saxofone. “O Alex é muito cooperativo e paciente. Como está no grupo desde o começo, ele ajuda bastante os colegas que passam por dificuldades”, defende a professora. Cláudia conta também que os alunos que dão mais trabalho em sala de aula são o que mais se destacam nos espetáculos. “Eles enfrentam desafios a cada minuto”, pontua Cláudia.

Para a diretora da Apae de Cambira, Nilda Sapatini, trabalhar com o grupo é gratificante. “Esses meninos chegam aqui desanimados e após começar a participar do grupo eles melhoram muito. Eles aprendem a ser mais alegres e seguros através da arte”, explica a diretora.

O grupo de dança e cênicas da Apae de Cambira também foi convidado para integrar as atrações do Congresso Internacional Religioso, que está marcado para dezembro deste ano no Uruguai. Segundo a professora Cláudia, os alunos ainda não sabem se vão já que o grupo ainda não conseguiram parceiros para ajudar nas despesas. “Estamos atrás de patrocinadores e voluntários para nos ajudar a bancar as passagens dos alunos”, conclui Cláudia.

FORMAÇÃO: O grupo é formado por 20 alunos: Alex de Oliveira Ferragine, Ana Carolina de Carvalho, Angélica de Freitas Lopes, Carlos Luiz da Cunha, Clayton Araújo de Almeida, Danieli de Paula Rodrigues de Lima, Eguimar Aparecido Salvarani, Eloísa Pereira de Oliveira, Gabriel Henrique Vieira Machado, Izaque de Lima Silva, Joice Pedrosa Leal, Jonas Martins dos Santos, José Henrique Paes Pereira, Leonardo Gabriel Gomes Pereira, Maycon Coutinho Correa, Richard Sperandio Francisquini, Tales Henrique Martins dos Santos, Tiago Barbosa, Tiago Rodrigues Weber e Vinícius Gabriel Ferraz Chotti.

continua após publicidade