Entretenimento

Record atrasa "Dona Xepa" e suprime comerciais

Da Redação ·
Record atrasa
fonte: Reprodução
Record atrasa

SÃO PAULO, SP, 22 de maio (Folhapress) - Anunciada para as 22h15 de ontem, a estreia de "Dona Xepa" na Record teve atraso de quase 15 minutos. O remake da novela exibida em 1977 pela Globo somente entrou no ar quando a líder de audiência exibia os instantes finais do segundo capítulo de "Amor à Vida", sua nova trama das 21h.

"Dona Xepa" foi ao ar sem intervalos comerciais, num único bloco de aproximadamente 50 minutos. A passagem para a atração seguinte, "Got Talent Brasil", também se deu sem a interrupção de anúncios, resultando em uma hora e meia de programação não intercalada por espaço publicitário na emissora. A exceção foram chamadas do segundo capítulo de "Dona Xepa".

Com o recurso do "flashback" e da metalinguagem (uma matéria jornalística gravada na feira) o capítulo inaugural da novela delineou o perfil da personagem (mãe-coragem, cidadã exemplar, mulher abnegada) e seus conflitos (com a feirante rival, com os desmandos da administração municipal, com a animosidade dos filhos).

Protagonista absoluta da trama -todas as histórias convergem para ela ou partem de seu "núcleo"-, Xepa (Ângela Leal) é uma personagem que não silencia (ao menos não no primeiro capítulo). Ela fala com interlocutores de A a Z, fala com o retrato do marido que a abandonou, fala sozinha.

Segundo a Record, a novela tem custo de produção de R$ 300 mil por capítulo. "Amor à Vida" é orçada em R$ 700 mil por capítulo, de acordo com a Globo.
 

continua após publicidade