Entretenimento

Netinho apresenta 'discreta melhora clínica',

Da Redação ·
Cantor baiano segue internado na UTI e respira com ajuda de aparelhos
fonte: arquivo
Cantor baiano segue internado na UTI e respira com ajuda de aparelhos

O cantor baiano Netinho apresentou discreta melhora clínica após o início do tratamento no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para onde foi transferido na madrugada desta sexta-feira. As informações são de boletim médico divulgado na tarde deste sábado.

continua após publicidade

"O senhor Ernesto de Souza Andrade Junior segue internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e respira com a ajuda de aparelhos", diz o texto. "Nas últimas 24 horas, o paciente apresentou discreta melhora clínica e laboratorial. Ele está sendo atendido pelas equipes dos Profs. Drs. Roberto Kalil Filho, Raul Cutait e David Uip."

Netinho foi internado no dia 23 de abril no Hospital Aliança, em Salvador, para realização de exames, queixando-se de fortes dores abdominais após exercícios físicos intensos. O cantor foi diagnosticado com tumores benignos no fígado e submetido à biópsia. Entretanto, durante o procedimento, uma artéria se rompeu e o cantor precisou passar por uma pequena cirurgia. Desde então, enfrenta complicações.

continua após publicidade

O baiano Ernesto de Souza Andrade Junior, de 46 anos, ficou conhecido como vocalista da Banda Beijo, de axé music, nos anos 1990, grupo com que estreou no circuito comercial de Salvador em 1986. Em 1993, o grupo, de onde também saiu a cantora Gilmelândia, emplacou a música A Vida É Festa no remake de Mulheres de Areia que tinha Glória Pires no papel das gêmeas boa e má Ruth e Raquel.

Também em 1993, o cantor iniciou carreira solo e seguiu colocando mais músicas em novelas da Globo  -- Menina em Tropicaliente e Indecisão em Andando nas Nuvens, entre outras -- e vários sucessos no rádio. Entre seus hits, se destacam Mila ("Mil e uma noite de amor com você"), Me Abraça ("Me abraça e me beija / me chama de meu amor") e Total ("Que me importa se duvidas / que me importa se já vais / Era bem melhor a vida / voltar aos seus braços, jamais").