Entretenimento

Irmã Custódia finaliza CD em Apucarana

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Irmã Custódia finaliza CD em Apucarana
fonte: Sergio Rodrigo
Irmã Custódia finaliza CD em Apucarana

Executando há 42 anos um belíssimo trabalho com os corais Pequenos Cantores de Apucarana e Palestrina, a irmã Custódia Maria Cardoso, visitou a cidade na última semana para finalizar o CD Bom Pastor, do Coral Palestrina. O álbum ainda está em estúdio e está previsto para ser lançado em novembro deste ano.

Nascida em Biguaçu, Santa Catarina, Irmã Custodia Maria Cardoso confessa que seu coração tem um grande espaço para o Paraná. “Sou catarinense, mas todo mundo pensa que sou paranaense. Falo para as pessoas que paranaense de coração”, explica. Esse carinho é devido aos 25 anos em que viveu em Apucarana. Atualmente, ela atua no setor de Música, Comunicação e Liturgia, no Santuário Santa Paulina, de Nova Trento, em Santa Catarina, mas continua a assessorar algumas dioceses do Paraná.

Irmã Custódia junto de Dom Romeu Alberti, monsenhor Arnaldo Beltrami e monsenhor Roberto Carrara iniciaram em 1971 a missa transmitida pela TV Tibagi com a participação dos corais de Apucarana e de toda a região, através do famoso “O onze vai a missa”. Dois anos depois, como professora Música do Colégio Estadual Nilo Cairo, Custódia criou na instituição a Semana do Folclore pela TV Tibagi. No mesmo ano, a pedido dos Bispos do Estado do Paraná - CNBB Regional Sul II, tornou-se assessora de Música Sacra e Litúrgica do Paraná, ficando assim ligada e CNBB Nacional. “Trabalhei como assessora até o ano passado”, afirma.

“Durante esses anos dando aulas de música descobri crianças que foram atuar mais tarde na área de comunicações. Fico orgulhosa e vira e mexe encontro alguns deles espalhados por aí”, lembra.

A catarinense, vive atualmente na Congregação das Irmãzinhas Imaculadas, fundada por Santa Paulina, canonizada por papa João Paulo II, fundou em 1971, o coral Pequenos Cantores de Apucarana e um ano depois lançou o Coral Palestrina.

“Após 5 anos de trabalho começamos a gravar trabalho que hoje somos 22, do coral Pequenos Cantores e 43, do coral Palestrina”, reforça.

Além de trabalhar na rádio, atuar como professora e religiosa, Irmã Custódia também passou 6 anos no jornal católico Pulsando. “Foi uma de minhas paixões. Fui redatora dele”, lembra.
Hoje, ela é missionária no Santuário Santa Paulina, mas continua viajando pelas Dioceses da Brasil com os cursos de Música Sacra e Formação Litúrgica, sendo assim conhecida em todo o Brasil.

Bom Pastor - Agora, em maio de 2013, o Coral Palestrina, regido por Irmã Custódia, entra em estúdio novamente para gravar o 44º trabalho, intitulado Bom Pastor. O CD litúrgico e vocacional tem o objetivo de mostrar a importância do Bom Pastor. Segundo padre Valdecir Ferreira, de Borrazópolis, assessor nacional da juventude da CNBB em Brasília, tem algumas composições no álbum e está orgulhoso em participar de mais este trabalho do coral. “A música é uma via de evangelização muito grande”, explica o padre. Neste CD, segundo Valdecir, a proposta é de trazer um trabalho litúrgico e o vocacional. O álbum terá 17 faixas compostas por padre Valdecir, pelos apucaranenses Cristiane e Marcos da Matta e Frei Moacir Cadenassi, previsto para lançar em novembro deste ano. “O Coral Palestrina tem uma alegria de cantar muito peculiar. Ele junta o profissionalismo, a competência e evangelização. É o primeiro CD que tem composições minhas e entreguei sem medo para a regência da Irmã Custódia” revele Valdecir. Para o ano que vem o coral Palestrina já tem planos para o 45º trabalho, que ainda não tem nome.

continua após publicidade