Entretenimento

Empresa processa responsáveis pelo game Call of Duty

Da Redação ·
Empresa processa responsáveis pelo game Call of Duty
fonte: Divulgação
Empresa processa responsáveis pelo game Call of Duty

A produtora de games Activision Blizzard abriu uma ação contra dois antigos executivos, acusando-os de tentar prejudicar a companhia e de terem ameaçado o futuro da série de jogos Call of Duty.

continua após publicidade

A Activision demitiu Jason West e Vincent Zampella, diretores do estúdio Infinity Ward, no mês passado. Os dois executivos logo entraram com uma ação contra a empresa, buscando US$ 36 milhões (R$ 63 milhões) de indenização.

continua após publicidade

O Infinity Ward, que foi comprado pela Activision em 2003, desenvolveu o primeiro Call of Duty e muitos outros da série que é hoje sucesso de vendas.

continua após publicidade

No processo aberto pela Activision no Tribunal Superior da Califórnia, em Los Angeles, a empresa afirma que demitiu os executivos por terem violado seus contratos com a companhia.

Segundo a ação, West e Zampella eram insubordinados e atuavam para interesse próprio, tendo negociado com concorrentes enquanto ainda estavam sob contrato, e teriam tentado impedir a Activision de conceder bônus aos funcionários da Infinity Ward para facilitar o "roubo de profissionais" quando os dois fundassem sua própria empresa.

continua após publicidade

A Activision também acusou West e Zampella de terem mantido versões do jogo Call of Duty "reféns" para alcançar seus objetivos.

O advogado de defesa dos dois executivos, Robert Schwartz, não quis comentar o assunto, mas disse que pode ter algo a falar mais tarde.