Entretenimento

Chorão morreu mesmo de overdose, confirma IML

Da Redação ·
  Chorão apresentava 4,714 microgramas da droga por mililitro de sangue.
fonte: Divulgação
Chorão apresentava 4,714 microgramas da droga por mililitro de sangue.

Saiu o laudo necroscópico da Polícia Técnico-Científica de São Paulo feito no corpo de Chorão, do Charlie Brown Jr. O cantor morreu de overdose de cocaína. Alexandre Magno Abrão, nome de batismo do artista, foi encontrado morto em 6 de março no seu apartamento na Zona Oeste de São Paulo.

continua após publicidade

Segundo o exame toxicológico número 5054/2013 do Instituto Médico-Legal (IML), Chorão apresentava 4,714 microgramas da droga por mililitro de sangue. Segundo os peritos, foi possível concluir, a partir dos testes, que a causa da morte foi "intoxicação exógena devido à cocainemia".

O laudo necroscópico será agora anexado ao inquérito da Polícia Civil. Após a conclusão, o inquérito será encaminhado ao Fórum da Barra Funda para apreciação do Ministério Público e da Justiça e pode ser arquivado.

continua após publicidade

Com informações de uol.com