Entretenimento

A triste trajetória de Jesus...

Da Redação ·
 A triste trajetória de Jesus...
fonte: divulgação
A triste trajetória de Jesus...

.
A agonia de Jesus começou em Getsêmania, no Horto das Oliveiras, onde seu sofrimento se misturava com o suor de sangue, que lhe cobria todo o corpo correndo grossas gotas por terra. (Lc. 22)

continua após publicidade


A seguir, um dos doze, chamado Judas se aproximou de Jesus para beijá-lo e entregá-lo aos seus algozes, ávidos para jogá-lo na prisão.


Flagelação
A flagelação era uma preliminar da execução em Roma, onde despiam a parte superior do corpo da vítima, amarravam-na a um pilar pouco elevado com as costas encurvadas de modo que ao descarregar os golpes sem misericórdia, dilaceravam suas carnes.

continua após publicidade


Instrumentos usados para açoitar Jesus
Um era feito de várias cordas ou correias de couro, na qual se atavam pequenas bolas de ferro ou pedacinhos de ossos de ovelhas. Quando os soldados açoitavam repetidamente e com toda força, as bolas de ferro causavam profundas contusões e hematomas. Já as cordas de couro com ossos de ovelhas, tinham a finalidade de rasgar a pele, dilacerando a carne.


Açoitamentos
Os açoites atingiam, sobretudo, a região lombar de Jesus, levando a ruptura dos alvéolos, fazendo com que Ele mal respirasse e tivesse acessos de vômitos. Depois da flagelação, os soldados faziam as mais cruéis gozações, desde a colocação de uma coroa de espinhos sobre sua cabeça, uma túnica púrpura sobre seus ombros para simbolizar a realeza e uma cana na mão direita como cetro.


Crucificação
A crucificação foi o ápice da triste trajetória de Jesus. Os pregos que transpassaram as mãos e os pés de Jesus tinham mais ou menos doze centímetros. Ao ser pregado na cruz pelos soldados romanos a dor era tanta que lhe causava vertigem.

continua após publicidade


A agonia de Jesus pendurado entre o céu e a terra teve início ao meio-dia e durou até as quinze horas, quando com voz embargada pela dor exclamou: “Pai em tuas mãos entrego meu espirito.” (Lc.44-46)


Dizendo isto expirou...
***
Provável morte de Jesus
Há duas prováveis causas da morte de Jesus: por asfixia e choque hipovolêmico.
*Por asfixia - Devido os braços erguidos imobilizando o peito, dificultando o processo respiratório.
*Por choque hipovolêmico - A violência provocada tanto pelo açoitamento quanto pela imobilidade na cruz, leva uma queda do volume sanguíneo circulante, causando a falência de vários órgãos.


***
Fontes: William Edwards, patologista da Clínica Mayo-nos Estados Unidos
Frederick Zugibe, médico legista da Universidade Columbia, nos Estados Unidos e Cícero Vaz, fisiatra. E algumas passagens da Bíblia Sagrada.