Entretenimento

Hudson é preso por porte ilegal de armas

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Hudson é preso por porte ilegal de armas
fonte: Arquivo
Hudson é preso por porte ilegal de armas

SÃO PAULO, SP, 20 de março (Folhapress) - O cantor Hudson Cadorini, da dupla sertaneja Edson e Hudson, foi preso em flagrante na madrugada de hoje em Limeira (a 151 km de São Paulo) por porte ilegal de armas.

Hudson foi abordado por policiais militares por volta das 2h40, quando chegava em sua caminhonete na casa da ex-mulher. De acordo com a Polícia Civil, os dois teriam discutido por telefone pouco antes e a mulher havia chamado os PMs.

Após uma busca no veículo, os policiais encontraram um revólver calibre 38 e uma pistola 380, ambos carregados com seis munições. Além das armas de fogo, foram encontrados uma faca, um canivete e um soco inglês.

As armas de fogo são de calibre permitido e estavam registradas no nome dele, segundo o delegado José Henrique Ventura, titular da Delegacia Seccional de Limeira. O cantor, no entanto, não tinha a licença para portá-las, que é expedida pela Polícia Federal. "Ele pode ter a arma em domicílio, ou seja, onde ele reside ou onde ele trabalha. Da porta para fora, não."

Como a infração é passível de fiança, segundo o delegado, o cantor foi solto depois que seu advogado chegou à delegacia com R$ 6 mil, valor arbitrado pela polícia. Hudson foi liberado por volta das 6h.

O cantor disse na delegacia que faz parte de um clube de tiros e estava com as armas porque planejava visitar o local na manhã de hoje.

O presidente do clube, que pediu para não ser identificado, confirmou à reportagem que o cantor fazia parte da associação. Ainda assim, segundo o delegado, ele deveria ter uma guia de transporte das armas, documento que também é expedido pela Polícia Federal.

 

continua após publicidade