Entretenimento

"Drogas nunca mais", diz Paulo Miklos

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia "Drogas nunca mais", diz Paulo Miklos
fonte: Divulgação
"Drogas nunca mais", diz Paulo Miklos

O cantor Paulo Miklos, da banda Titãs, afirmou à jornalista Marilia Gabriela que fez terapia no anos 1980, na época em que abusava de álcool e drogas. Hoje em dia, entretanto, ele afirmou não fazer mais uso. "Drogas nunca mais", disse ele em entrevista que vai ao ar na madrugada de domingo para segunda, à 0h15, no SBT.

Miklos, que também é tecladista, saxofonista, flautista e compositor, contou que a morte do companheiro de banda Marcelo Fromer, que foi atropelado em 2001, transformou as vidas dos membros do Titãs para sempre. "Epitáfio" [música do disco "A Melhor Banda de Todos os Tempos da Última Semana, de 2001] não foi feita para o Marcelo, mas a letra tinha a ver", disse, acrescentando que não tem medo da morte, mas sim de perder entes queridos.

O cantor, que tem 53 anos, já trabalhou no cinema -como em "O Invasor"- e na televisão -como em "Bang Bang", e afirmou à jornalista que adora assistir a novelas. "Acho fantástico."

Neste ano, a banda Titãs completa 30 anos. Pela primeira vez desde 1997, época do "Acústico MTV", todos os sete integrantes vivos do grupo subiram ao palco juntos, em show realizado em São Paulo no dia 6 de outubro.
 

continua após publicidade