Entretenimento

Câncer da atriz Regina Dourado está em fase terminal

Da Redação ·
Câncer da atriz Regina Dourado está em fase terminal
fonte: Reprodução/TV Bahia
Câncer da atriz Regina Dourado está em fase terminal

"Estamos garantindo uma partida confortável para ela", disse na tarde desta terça-feira (23), Oscar Dourado, irmão da atriz baiana Regina Dourado, que está internada desde o sábado (20), no Hospital Português, em Salvador.  A atriz tem um câncer em estágio terminal.

Oscar contou ainda que a irmã teve câncer nos dois seios e que a doença atingiu diversos órgãos, inclusive a medula óssea, compromentendo o restante do corpo.

Ana Maria Azevedo, amiga de Regina Dourado falou sobre o estado de saúde da atriz no fim da tarde de terça-feira (23), após deixar hospital onde ela está internada. Ana contou que Regina Dourado está “completamente sedada para evitar maiores sofrimentos”.

A amiga contou que foi visitar a atriz na manhã do sábado e assim que chegou à residência, constatou a piora na saúde de Regina. “Eu cheguei logo depois de Paulo, o irmão dela. Percebemos que ela não estava bem. Colocamos ela no carro e a levamos para o hospital”, disse.

A amiga relatou ainda que falava com a atriz todos os dias por telefone e que se encontrava com ela periodicamente em Salvador. 

Doença
Em dezembro de 2003, a atriz falou, em entrevista à TV Bahia, sobre a descoberta de um câncer de mama. “O momento da notícia é terrível, fica uma perplexidade. Eu achei que eu nem cheguei a ter consciência da gravidade naquele momento. Eu fiquei muito mais perplexa do que qualquer coisa, meio perdidona”, confessou na época.

Na entrevista, a atriz contou como estava encarando o processo de recuperação e as sessões de quimioterapia.

continua após publicidade

“A recuperação é dolorosa, é difícil, não é mole não. Porém, passa. Não me sinto absolutamente vítima por ter tido câncer. Não me sinto infeliz no sentido de que sou uma coitada e que de uma certa forma as pessoas têm que dividir comigo essa infelicidade. Eu não me sinto desta maneira, mas também não digo que é fácil. É óbvio que eu tenho momentos de angústia, de tristeza, de insegurança, de medo”, completou.

 

Fontes: As informações são do G1/Bahia