Entretenimento

Charles Mason envia carta à Marilyn Manson

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia  Charles Mason envia carta à Marilyn Manson
fonte: divulgação
Charles Mason envia carta à Marilyn Manson

O cantor Marilyn Manson recebeu uma carta do assassino condenado Charles Mason. A correspondência, divulgada pelo site Loudwire, apresenta um conteúdo confuso e pouco coeso.

A princípio, o criminoso parece pedir algum tipo de ajuda financeira ao roqueiro. Porém, em alguns momentos do relato, Charles parece ameaçar o artista.

Charles Manson está preso desde 10 de agosto de 1969. Ele foi condenado por uma série de assassinatos ocorridos, naquele mesmo ano, em Los Angeles.
Leia uma tradução livre da carta:

“Para Marylin Manson.
Levei muito tempo para chegar onde pudesse tocar M. Manson. Agora tenho uma carta para jogar – você pode olhar na minha organização sem fins lucrativos ATWA (entidade criada por Charles em defesa do meio ambiente) e dar a Manson o que você acha que ele teve, vindo de ar, árvores, água e você. Ou eu irei dar a Manson o que você pensa que você acha que Manson merece – a música demonizou Manson e eu estou certo de que você deseja um pouco do que eu de tenho, de onde eu tenho.  É um equilíbrio justo.


Além do bem e do mal, do certo e do errado. O que você não faz é o que eu farei – o que você fez foi cantar junto, deixar acontecer e dizer como você me poupou muitos degraus – Eu não preciso disso, não é uma necessidade ou uma vontade. Golpeado – porrada. Dançarinos fantasmas assassinam juntos e você está justamente no meu túmulo. Corona-coronas-coronae – você me viu de baixo, com tudo em cima de mim. São dois caminhões de lixo – fazendo o mesmo do que o CMF 000007.

Charles Manson.”.

continua após publicidade