Entretenimento

Delegado conclui que irmã de Ângela Bismarchi cometeu suicídio

Da Redação ·
Imagem ilustrativa da notícia Delegado conclui que irmã de Ângela Bismarchi cometeu suicídio
fonte:
Delegado conclui que irmã de Ângela Bismarchi cometeu suicídio

O delegado Gabriel Ferrando de Almeida, titular da 81ª DP (Itaipu), concluiu que a policial federal Angelina Filgueiras, irmã da modelo Ângela Bismarchi, cometeu suicídio. As informações foram confirmadas pela Polícia Civil. O delegado aguarda apenas o resultado de laudos secundários para anexar ao inquérito policial e ser encaminhado ao Ministério Público.

Na sexta-feira (29), a polícia realizou a reconstituição do crime na casa de Angelina, em Piratininga, em Niterói, na Região Metropolitana do Rio de Janeiro.

Na noite de sexta-feira, 15 de junho, após uma briga na casa de Angelina, ela e o ex-marido, Márcio Luiz Dias Fonseca, morreram baleados. Jolmar Alves Milato, então namorado de Angelina, foi o único sobrevivente da briga.

De acordo com o delegado Gabriel Ferrando, os exames periciais no local, laudo de necropsia, provas testemunhais e reprodução simulada do evento, confirmaram a versão apresentada por Jolmar Vagner de que Angelina Filgueiras cometeu suicídio e que ele matou Márcio, ex-marido de Angelina. Segundo o delegado Jolmar será indiciado pelo crime de homicídio.

Marido de Ângela Bismarchi acompanhou autópsia
O cirurgião plástico Wagner de Moraes, marido da modelo Ângela Bismarchi, afirmou na segunda-feira (18) ter acompanhado a autópsia do corpo da cunhada. Segundo Wagner, o tiro que Angelina levou no peito foi à queima-roupa. Ainda segundo ele, a bala fez uma perfuração no lado direito do peito de Angelina e saiu na parte esquerda das costas.

Wagner de Moraes disse que Márcio Luiz o procurou antes do crime dizendo que queria conversar com ele e que o casal teria tido uma briga no dia anterior, por causa do namoro dela com Jolmar Alves Milato, único sobrevivente do crime ocorrido na casa da policial.

continua após publicidade


“Fui até a casa dela e depois fui para minha casa. Fui chamado depois da tragédia até a casa de Angelina. Encontrei o Márcio caído no banheiro e a Angelina tinha sido socorrida para o hospital. Perdi dois irmãos: a Angelina e o Márcio”, afirmou Wagner de Matos, que esteve na 81ª DP (Itaipu) na tarde desta segunda-feira (18) para saber se a casa da vítima já está liberada para ser arrumada.

O advogado Ramisés Cesar Duarte Batista, que defende o engenheiro Jolmar Alves Milato, único sobrevivente do crime, disse que ele ficou com hematomas. O advogado confirmou ainda que Jolmar ficou machucado nos olhos, e que uma das vistas ficou inchada e um pouco fechada, por causa dos socos que trocou com Márcio Luiz.

De acordo com o delegado, Jolmar afirmou, em depoimento, que, após a invasão de Márcio à casa de Angelina houve uma briga entre os três. Ainda segundo o depoimento, Angelina acabou conseguindo desarmar o ex-marido.