Entretenimento

Fãs preparam homenagens para Justin Bieber

Da Redação ·
Fãs preparam homenagens para Justin Bieber em shows
fonte: Arquivo
Fãs preparam homenagens para Justin Bieber em shows

Além de uma acolhida calorosa, os fãs clubes de Justin Bieber prometem uma surpresa para os shows do cantor canadense, que se apresenta pela primeira vez no Brasil nesta quarta-feira (5), no Rio de Janeiro. Jovens paulistas contam que bexigas coloridas roxas e corações de cartolina vermelha estão entre os adereços que devem dar o tom da homenagem.

continua após publicidade

A estudante do 3º ano de radialismo Mariane de Freitas Kagueyama, de 20 anos, do Bieber Fever Brasil, está entre as encarregadas de distribuir as bexigas e os corações nas filas. Mariane, que mora em Santo André, vai acompanhar as quatro apresentações do cantor desta turnê, no Rio de Janeiro e em São Paulo.

As bexigas roxas serão soltas quando Justin cantar U Smile. Já os corações devem ser levantados durante a canção One Less Lonely Girl, que deve ser um dos momentos mais especiais do concerto. Só ela diz já ter colocado na mala cerca de 200 corações. Para financiar a ida aos espetáculos e a viagem ao Rio de Janeiro, a estudante vendeu uma série de objetos como copos, adesivos e palhetas que ela trouxe de uma visita recente aos Estados Unidos.

continua após publicidade

Mariane não esconde a expectativa de conhecer o ídolo, que ela acompanha desde 2009. “Ainda não caiu a ficha. Eu esperei muito para conhecê-lo. A gente praticamente vive com ele, mas não sabe o que acontece com a gente”, afirma. A universitária, que já teve oportunidade de entrevistá-lo pela internet, espera ter a oportunidade de, enfim, chegar perto de Justin. “[Se eu chegar perto dele] Eu acho que eu vou travar. Acho que ele vai ter que falar alguma coisa para eu tomar uma atitude”, diz.

Vício
A estudante Mariana de Magalhães Pedrosa, de 17 anos, do site Bieber Brasil, também não aguentou a ansiedade e convenceu o pai a viajar sozinha para o Rio de Janeiro. “Meu pai não queria de jeito nenhum”, diz. Ela já foi a uma apresentação de Justin em Miami, nos Estados Unidos, em dezembro de 2010, mas ainda assim está ansiosa para revê-lo.

Ela acredita que o público brasileiro fará a diferença. “O brasileiro é muito caloroso. Em Miami, elas ficavam até olhando para mim. Parecia que elas viam o Justin todos os dias”, brinca. Ela diz que vai aguentar a maratona de quatro shows sem dificuldades. “Eu acho que só a voz não vai aguentar.”

continua após publicidade

Mariana afirma ser “viciada em Justin Bieber” e revela que a paixão desperta ciúmes no namorado. “Ele arranca os pôsteres que eu coloco na parede. Agora eu parei se não iria ficar com todos destruídos.” Para praticar o inglês, o “vício” contribuiu bastante. “Quando soube que iria ao show comecei a fazer aulas particulares”, lembra. Ela já leu a biografia de Justin em português e em inglês.

Lugar na fila garantido
A estudante do 2º do ensino médio Gabriella Paiva, de 16 anos, do fã clube Oh-Justin, não precisou acampar em frente às entradas do estádio do Morumbi para conseguir o 56º lugar na fila. Para não prejudicar a filha, a mãe dela, a advogada Simone Leite de Paiva, de 39 anos, pagou para um rapaz garantir um bom lugar para a estudante. “Vou pagar R$ 350 para o rapaz. O que a gente não faz pela alegria dos filhos?”, indaga a mãe. O rapaz chegou ao Morumbi na segunda-feira (3).

Mas essa não foi a primeira loucura que a família fez para a adolescente. Os pais abriram mão de organizar a festa que 15 anos para Gabriella para financiar a ida dela a Miami para ver o show do cantor, em dezembro. A mãe ainda guarda o vestido, que não foi usado. Apesar da decepção da mãe, a garota diz não ter nenhum arrependimento.

Para a apresentação deste fim de semana, a estudante espera ser convidada para ser a fã a subir ao palco e ser homenageada pelo cantor. Nos Estados Unidos, ela chegou a receber a promessa do empresário de que ela seria escolhida, mas, no último momento, a produção mudou de ideia. “Ele disse que, se um dia ele me visse, ele me chamaria para subir ao palco. Espero que ele me veja e me chame.”