Entretenimento

Compadre Washington recebe 66% dos votos e é eliminado

Da Redação ·
 Compadre Washington recebe 66% dos votos e é eliminado
fonte: Divulgação
Compadre Washington recebe 66% dos votos e é eliminado

Com 66% dos votos, Compadre Washington é eliminado do reality show A Fazenda. Após 53 dias no confinamento, o músico enfrentou Joana Machado e Thiago Gagliasso na sétima Roça do programa e colocou o pé na estrada na noite desta quinta-feira (8).

continua após publicidade

O baiano foi para a sua terceira Roça por ter sido o mais votado pelos peões. Já nas outras duas ocasiões, ele foi para a berlinda após perder o Desafio Semanal. Na primeira vez, disputou a preferência do público apenas com Taciane Ribeiro.

continua após publicidade

Vale lembrar que aquela foi uma Roça inusitada, já que Duda Yankovich havia sido expulsa do programa e substituída por Dani Bolina, fazendo com que apenas dois participantes disputassem os votos do Brasil.

continua após publicidade

Na segunda Roça, porém, o músico concorreu com Anna Markun e Marlon. Com uma diferença bem pequena de votos, Anna foi eliminada, e o soteropolitano continuou na competição.

O músico teve sua passagem no reality marcada por suas frases cômicas, muitas vezes picantes e ofensivas, e também pelo sono constante.

continua após publicidade

Encarregado desde a primeira semana de cuidar dos porcos, Compadre desenvolveu uma ligação de carinho com os animais e brincava com eles todas as manhãs. Em uma de suas Roças, admitiu que não gostaria de deixar os filhotes.

continua após publicidade

- Se eu sair, eu vou sentir muita falta dos porquinhos.

continua após publicidade

Além dos animais, o integrante da equipe Coelho desenvolveu um bom relacionamento com muitos confinados, que se referiam a ele pelo apelido carinhoso de "painho" e costumavam brincar com seu jeito "preguiçoso" de ser.

Depois de alguns dias de confinamento, o que era motivo para riso acabou se tornando razão para críticas e fez com que alguns peões reavaliassem o comportamento do cantor. Monique Evans, por exemplo, comentou que o peão estava reclamando de tudo e ajudando pouco.

continua após publicidade

Em relação às críticas que recebia por ser "dorminhoco", Compadre Washington chegou a explicar o porquê de tanto sono e emocionou os outros peões. Na ocasião, o cantor revelou que estava abatido com o falecimento de sua irmã, dias antes do início do reality show.

continua após publicidade

- Eu não sou muito de falar. E se eu chorar... Nesse momento, não era para eu estar aqui presente. Faz um mês que perdi minha irmã. Só vim para cá porque dei minha palavra que viria.

O falecimento de sua irmã, por sinal, foi um dos motivos que levou Compadre Washington a falar palavras bem pesadas no programa. O competidor ficou sabendo que Monique o acusou de usar sua perda como arma no jogo. Em um tom ameaçador, Compadre Washington disse que não era de levar desaforos para casa.

Outro fato que pode ter custado a permanência de Compadre Washington no reality foi seu desentendimento com Raquel Pacheco. Após a Festa Guaraná, na madrugada do último sábado (3), Raquel pegou um pepino e resolveu fazer uma brincadeira de conotação sexual com alguns peões. O confinado não gostou, e os dois trocaram farpas ao vivo na votação do último domingo (4). Após a formação da Roça, ele "desceu a lenha" em Raquel e a ofendeu de todas as maneiras.

Apesar dessas desavenças em seus últimos dias na Fazenda, Compadre Washington também teve momentos bem especiais.

Em uma atividade, o competidor recebeu recados de vários peões e, muito emocionado, chegou a chorar. A admiração que os outros competidores demonstraram ter pelo músico, mesmo com todas as adversidades, foi muito importante para ele.

- É o maior presente que eu vou levar daqui.