Brasil terá 12 milhões de novos desempregados - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

CORONAVÍRUS

Escrito por Da Redação
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

Com a medida de isolamento social para conter a pandemia do novo coronavírus (covid-19), muitas empresas precisaram suspender as atividades ou, em alguns casos, fechar as portas. Como resultado disto, estima-se que o número de pessoas desempregadas deve dobrar, segundo estudo do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/FGV), a crise deve deixar pelo menos 12,6 milhões de desempregados. Além disso, no dia 1º de abril o Presidente da República, Jair Bolsonaro, editou a MP que previa cortes em salários e suspenção de contratos. O governo prevê que as medidas devem afetar pelo menos 73,5% dos trabalhadores com carteira assinada no Brasil, o que equivale a 24,5 milhões de pessoas.

Segundo dados do IBGE, no mês de fevereiro, o Brasil contava com pelo menos 33,6 milhões de trabalhadores com carteira registrada. Para Guto Ferreira, Analista Político-Econômico da Solomon’s Brain, o momento de crise só agrava algo que já vem acontecendo há algum tempo, e ressalta que nos EUA, muitos têm buscado respaldo por parte do governo. "O desemprego já é uma realidade que vai aumentar drasticamente. Nos Estados Unidos já está batendo índices históricos de pessoas pedindo o equivalente ao seguro-desemprego brasileiro, ou seja, proteção do estado”. Segundo o Departamento de Trabalho dos Estados Unidos, cerca de 168 milhões de americanos solicitaram seguro-desemprego nas últimas 3 semanas.

Ferreira afirma que aqui ainda não há como prever quantas pessoas poderão ficar desempregadas, mesmo com o aumento eminente deste número. “Aqui no Brasil ainda não é possível fazer uma previsão de qual o número de desempregados nós teremos, mas sabemos que vamos ter um aumento”. O Analista aponta que com base no cenário econômico atual no país pode-se esperar que o percentual de desemprego cresça pelo menos 20%. “Hoje, pelos modelos que estamos acompanhando e pela fragilidade da economia brasileira, acreditamos que seja 20% maior do que o número atual. Então, temos 12 milhões mais 20%”, conclui.

Deixe seu comentário sobre: "Brasil terá 12 milhões de novos desempregados"

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.