Contratações recuaram no agronegócio em setembro  - TNOnline
Mais lidas
Ver todos

Empregos

Contratações recuaram no agronegócio em setembro 

Contratações recuaram no agronegócio em setembro
Foto por
Escrito por REDAÇÃO
Publicado em Editado em
Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

O Brasil fechou o mês de setembro com nova alta no saldo de empregos formais – a sexta consecutiva e a sétima no ano. O crescimento foi de 34.392 postos de trabalho, aumento de 0,1% em relação ao estoque do mês anterior, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado na quinta-feira (19/10) pelo Ministério do Trabalho (MTb). “Os números de setembro confirmam, mais uma vez, o processo de recuperação gradual do mercado de trabalho, como reflexo da retomada do crescimento da economia do País”, avaliou o ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira.  

 Segundo o Caged, em setembro foram verificadas retrações nas contratações do setor agropecuário em todo o Brasil, baixa de 8.372 vagas de empregos. Mesmo assim, Pernambuco, o estado com maior número de contratações, com 13.992 novos empregos, teve a agropecuária como um dos melhores resultados.

 Em setembro foram abertas 3.728 vagas para o setor.   Saldo positivo por região Contabilizando todos os setores, o saldo de setembro foi impulsionado pela alta em três regiões, com destaque para a Região Nordeste, que fechou o mês com abertura de +29.644 postos. 

As regiões Sul (+10.534 postos) e Norte (+5.349 postos) também tiveram números positivos. 

Já nas Regiões Sudeste e Centro-Oeste houve redução, respectivamente, de -8.987 postos e -2.148 empregos.   O resultado de setembro foi proporcionado pela diferença entre 1.148.307 admissões e 1.113.915 desligamentos. No acumulado do ano, o saldo positivo chega a 208.874 empregos, com aumento de 0,5% em relação ao estoque de dezembro de 2016. Os números de setembro também contribuíram para melhorar o saldo acumulado de 12 meses, que ainda ficou em -466.654 postos de trabalho (-1,2% sobre setembro de 2016), mas representou uma melhora em relação ao acumulado de 12 meses até agosto, que foi de -544.658 postos de trabalho.


Gostou desta matéria? Compartilhe!

Deixe seu comentário sobre: "Contratações recuaram no agronegócio em setembro "

O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.