Eleição 2018

Após derrota no Senado, Requião lamenta nas redes sociais

Da Redação ·
Roberto Requião é o segundo peemedebista a defender a petista Foto: Reprodução/Ric TV
Roberto Requião é o segundo peemedebista a defender a petista Foto: Reprodução/Ric TV

Roberto Requião (MDB) ficou em terceiro lugar na disputa para o Senado. O candidato, apontado como favorito a uma das duas vagas pelo Paraná, foi surpreendido pela eleição de Oriovisto Guimarães (Podemos) e Flavio Arns (Rede).

continua após publicidade

Requião sofre derrota no Senado

O candidato Roberto Requião (MDB) disse que "no Paraná as empresas de pesquisa simularam um crescimento de Beto Richa (Ibope) e me liquidaram com o voto util em Oriovisto e Arns.Alem disto fui atacado com calunias nos últimos dias. Da melhor condição eleitoral do pais para a derrota em 48 horas. Apreendamos!", disse Requião pelo twitter.

continua após publicidade

ReproduçãoOriovisto Guimarães surpreende e fica em primeiro

O candidato do Podemos fez 29,29%, com 2,8 milhões de votos, ficando em primeiro na disputa pelo Senado logo na primeira eleição. Flavio Arns (Rede), com 2,2 milhões de votos e 23,11% do total de votos para o Senado, ficou sem segundo.

Empresário, Oriovisto Guimarães é fundador do Grupo Positivo e concorreu pelo Podemos, de Álvaro Dias, candidato à presidência. Dados do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR) revelam que Oriovisto gastou R$ 2,3 milhões na campanha ao Senado - o limite é R$ 3,5 milhões. O candidato diz que não recebeu nenhum dinheiro do fundo eleitoral.

Fonte: Ric TV

Tags relacionadas: #Derrota #eleicoes-2018