Votação de auxílio-emergencial traz pressão de alta a taxas futuras de juros - TNOnline
Mais lidas

    Economia

    Economia

    Votação de auxílio-emergencial traz pressão de alta a taxas futuras de juros

    Escrito por Da Redação
    Publicado em Editado em
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, .

    Os juros futuros começaram a sessão desta sexta-feira em alta, pressionados, segundo traders, pela notícia de que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), votará hoje a Medida Provisória que estendeu até o fim do ano o auxílio emergencial. Ele também quer incluir no texto o 13º para os beneficiários do Bolsa Família (o que não está previsto na proposta original enviada pelo governo). Maia disse esperar que o Senado vote o texto na segunda-feira, 21. A alta é maior nos trechos médio e longo da curva. Às 9h22 desta sexta, o DI para janeiro de 2027 subia para máxima de 6,84%, de 6,74% no ajuste de quinta-feira. O DI para janeiro de 2023 marcava 4,48%, de 4,40%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 estava em 3,00%, de 2,97% no ajuste de ontem.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Votação de auxílio-emergencial traz pressão de alta a taxas futuras de juros"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.