Economia

Volume de serviços prestados sobe 0,9% em maio ante abril, afirma IBGE

Daniela Amorim (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O volume de serviços prestados subiu 0,9% em maio ante abril, na série com ajuste sazonal, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, informou na manhã desta terça-feira, 12, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mês anterior, o resultado do indicador foi revisto de 0,2% para -0,1%. O resultado superou a mediana de 0,2% do intervalo das estimativas dos analistas ouvidos pelo Projeções Broadcast, ficando perto do teto, de 1,0%. O piso do intervalo era uma queda de 1,2%.

continua após publicidade

Na comparação com maio do ano anterior, houve elevação de 9,2% em maio de 2022, já descontado o efeito da inflação. Nessa comparação, as previsões eram de uma elevação de 3,8% a 13,1%, com mediana positiva de 8,6%.

A taxa acumulada no ano - que tem como base de comparação o mesmo período do ano anterior - foi de avanço de 9,4%. Em 12 meses, os serviços acumulam alta de 11,7%.

continua após publicidade

A receita bruta nominal do setor de serviços subiu 1,6% em maio ante abril. Na comparação com maio de 2021, houve avanço de 18,8% na receita nominal.

Todas as cinco atividades de serviços registraram avanços na passagem de abril para maio, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços do IBGE. Os destaques foram os avanços de 0,9% nos transportes, que recuperaram parte da retração de 2,5% verificada no mês anterior, e de 0,9% em informação e comunicação, setor que emplacou o terceiro resultado positivo consecutivo, com ganho acumulado de 3,4%. Os demais aumentos ocorreram em outros serviços (3,1%); serviços profissionais, administrativos e complementares (1,0%); e serviços prestados às famílias (1,9%).