Economia

Volta do recesso: Barros anuncia esforço concentrado e apreciação de MP 118

Eduardo Gayer (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Ao anunciar esforço concentrado na Câmara na semana que vem, na volta do recesso parlamentar, o líder do governo na Casa, Ricardo Barros (PP-PR), prometeu a apreciação da Medida Provisória 1.118. O texto define a incidência única de ICMS, com impacto no setor elétrico. "A MP complementa votações que já fizemos sobre o setor elétrico."

continua após publicidade

A declaração foi dada à imprensa após reunião de deputados com o presidente Jair Bolsonaro (PL) no Palácio do Planalto. De acordo com o líder, haverá esforço concentrado, com sessões de segunda a sexta-feira, não só na semana que vem, mas também na última de agosto e na primeira de setembro. "Vamos aprovar medidas provisórias que estão com vencimento previsto até o período das eleições", afirmou Barros. Ele citou, além da MP 1.118, a MP do teletrabalho e medidas de crédito.

A apreciação de outros textos travados na Câmara carecem de mais negociações, avaliou o líder. "Texto das criptomoedas não está redondo ainda, talvez fique bom até a próxima semana, mas não está fácil. Tem a questão também de vale-alimentação, que querem transformar em pagamento pecuniário, também não tem consenso", disse o deputado, que se reuniu nesta manhã com o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), responsável pela definição da pauta da Casa.

continua após publicidade

De acordo com Barros, além da pauta da Câmara, ele, Bolsonaro e outros parlamentares discutiram alianças eleitorais. "O PP está firme com o presidente", afirmou. Às 17h, o partido realiza a convenção para oficializar sua entrada na candidatura à reeleição de Bolsonaro, lançada no último domingo.