Economia

Twitch tem código-fonte e ferramentas de segurança vazados em ataque hacker

Da Redação ·

Um ataque hacker na plataforma de streaming de games Twitch, da Amazon, causou um vazamento de dados da plataforma, incluindo o seu código-fonte. A informação foi publicada pelo o site Video Game Chronicles na manhã desta quarta-feira, 6, e confirmada pela Twitch nas redes sociais.

continua após publicidade

Em um arquivo publicado no fórum 4chan, o usuário responsável pelo post afirmou que os dados eram a "parte 1" dos documentos. O anexo, em formato torrent, tinha cerca de 125 GB e incluía informações de pagamento da plataforma para criadores de conteúdo nos últimos três anos, código-fonte para as versões desktop e mobile da plataforma e ferramentas de segurança interna da Twitch.

Segundo a publicação, os dados foram vazados e publicados para "promover disrupção e mais competição no espaço de streaming de vídeo online". O arquivo, porém, não parece conter dados pessoais ou informações de login de contas de usuários, afirmou o The Verge.

continua após publicidade

A empresa confirmou, em uma publicação no Twitter, que uma violação no sistema da plataforma tinha sido identificada. "Nossas equipes estão trabalhando com urgência para entender a extensão disso. Atualizaremos a comunidade assim que informações adicionais estiverem disponíveis", informou a Twitch.

O foco teria sido a empresa, que pertence a Amazon, como uma forma de chamar a atenção desse setor, tornando públicas informações internas e sigilosas da Twitch. Um documento também mostraria a intenção da Amazon de lançar um concorrente para a Steam, plataforma de distribuição e jogos por streaming online da Valve. A informação seria referente criação de um "concorrente ainda não lançado da Amazon Game Studios".

Também aparecem no pacote dados de outras propriedades da Twitch, como o IGDB e o CurseForge, códigos dos SDKs e serviços internos do AWS (o serviço de nuvem da Amazon) e todo o histórico do twitch.tv, quando a plataforma ainda não pertencia à Amazon.

A reportagem entrou em contato com a Twitch, mas não obteve resposta até a publicação desta matéria.