Economia

Turquia: Erdogan volta a demitir autoridades das Finanças e penaliza lira turca

Da Redação ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, voltou a demitir autoridades do Ministério das Finanças do país, nesta quinta-feira, enquanto intensifica o controle sobre órgãos públicos para garantir a implementação da política econômica intervencionista. Em decisão divulgada no Diário Oficial turco, Erdogan orientou a renúncia dos vice-ministros Sakir Ercan Gul e Mehmet Hamdi Yildirim, que serão substituídos por Mahmut Gürcan e Yunus Elitas. No início deste mês, o presidente turco já havia trocado o comando da pasta, com Nurettin Nebati no lugar de Lütfi Elvan.

continua após publicidade

A mudança acontece no mesmo dia em que o Banco Central da Turquia anuncia decisão de política monetária. A expectativa de analistas é de que a instituição se curve à pressão de Erdogan corte juros, apesar das crescentes forças inflacionárias.

A desconfiança do mercado em relação às políticas pouco ortodoxas têm penalizado a lira turca e levou o BC local a intervir no câmbio quatro vezes desde o início de dezembro. Por volta das 5h (de Brasília), o dólar subia a 15,2232 liras turcas, 14,8736 no fim da tarde de ontem.