Mais lidas

    Economia

    Economia

    Trump encerra impasse e assina pacote nos EUA de ajuda de US$ 900 bi

    Escrito por Da Redação
    Publicado em 28.12.2020, 07:18:00 Editado em 29.12.2020, 09:46:35
    Associe sua marca ao jornalismo sério e de credibilidade, anuncie no TNOnline.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, assinou na noite do domingo, 27, um pacote de ajuda de US$ 900 bilhões à economia diante da pandemia da covid-19, o que encerra um impasse no Congresso e abre caminho para milhões de americanos receberem alívio econômico, em meio à crise de saúde. Na semana passada, Trump se mostrava contrário à legislação, após ela ter sido aprovada no Congresso com grande apoio bipartidário, ao pedir que os congressistas elevassem o tamanho dos pagamentos diretos de US$ 600 por adulto e por criança a US$ 2 mil, para as pessoas com renda bruta ajustada abaixo de US$ 75 mil ao ano.

    Por fim, Trump firmou a lei, sob pressão dos dois partidos. Em comunicado, ele pediu que o Congresso retire o que considera gastos inúteis na lei e disse que enviará aos legisladores uma lista de provisões que deseja eliminar - um esforço que a oposição democrata promete bloquear.

    O presidente também disse esperar que o Congresso vote uma medida separada para elevar os pagamentos diretos a US$ 2 mil.

    A Câmara dos Representantes já se prepara para votar essa lei nesta segunda-feira. Trump afirmou que o Senado iria "começar o processo de votar o aumento nos pagamentos diretos, bem como investigar supostas fraudes eleitorais. "Muito mais dinheiro está vindo", disse Trump. "Eu nunca desistirei de minha luta pelo povo americano!".

    Um porta-voz do líder da maioria republicana no Senado, Mitch McConnell, não quis comentar ao ser questionado sobre a legislação que Trump disse que a Casa avaliaria.

    O Senado deve voltar ao trabalho nesta terça-feira, quando McConnell deve falar. Em comunicado, o senador agradeceu a confirmação da lei por Trump, lembrando que ela inclui um ano completo de financiamento para os gastos do governo, evitando uma paralisação parcial das atividades da administração pública ("shutdown").

    O pacote assinado por Trump inclui US$ 1,4 trilhão para continuar a financiar o governo até setembro, medida que para Trump inclui gastos inúteis em ajuda ao exterior, o que ele pretendia tentar congelar. Uma fonte democrata disse que a Câmara dos Representantes barrará essa tentativa do atual presidente.

    Gostou desta matéria? Compartilhe!

    Mais matérias de Economia

    Deixe seu comentário sobre: "Trump encerra impasse e assina pacote nos EUA de ajuda de US$ 900 bi"

    O portal TNOnline.com.br não se responsabiliza pelos comentários, opiniões, depoimentos, mensagens ou qualquer outro tipo de conteúdo. Seu comentário passará por um filtro de moderação. O portal TNOnline.com.br não se obriga a publicar caso não esteja de acordo com a política de privacidade do site. Leia aqui o termo de uso e responsabilidade.