Economia

Taxas futuras de juros têm viés de baixa com dólar e cenário local mais calmo

Da Redação ·

Os juros futuros abriram esta quarta-feira, 4, perto da estabilidade, mas em seguida os longos acentuaram a baixa, acompanhando o movimento do dólar ante o real e outras moedas emergentes num dia mais ameno no exterior. Logo depois, no entanto, as taxas voltavam a ficar perto dos ajustes em toda a curva, mas com viés de baixa.

continua após publicidade

Os investidores estão em compasso de espera pela reunião do Copom, mas a ausência de novos ruídos políticos ou notícias negativas no lado fiscal, ainda que o tema siga inspirando cautela, permitem esse alívio hoje após várias altas recentes.

Às 9h06 desta quarta, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 caía para 9,09%, de 9,11% no ajuste de terça-feira. O DI para janeiro de 2023 recuava para 7,87%, de 7,89%, e o para janeiro de 2022 estava em 6,34%, de 6,36% no ajuste anterior.