Economia

Taxas de juros têm leve recuo em sintonia com dólar e após ata do Copom

Da Redação ·

O viés é de baixa nos juros futuros em linha com o dólar e após a divulgação da ata do Copom, no qual o Banco Central (BC) "deixou claro que o forward guidance será revisto em breve", na avaliação do economista-chefe da Necton Investimentos, André Perfeito, algo que já havia sido sinalizado no comunicado. Ao mesmo tempo, "ela reforça o comunicado que o BC não deve elevar o juro antes de março", diz o economista Eduardo Velho, da JF Trust, em entrevista ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado. O movimento é um pouco mais acentuado no miolo da curva. Às 9h10 desta terça-feira, o DI para janeiro de 2027 estava em 6,77%, de 6,79% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 exibia taxa de 4,34%, de 4,37%, enquanto o vencimento para janeiro de 2022 marcava 2,99%, de 3,03% no ajuste anterior.

continua após publicidade