Economia

Taxas de juros sobem na esteira de rendimentos dos Treasuries e commodities

Luciana Xavier (via Agência Estado) ·
Receba notícias no seu WhatsApp!
Participe dos grupos do TNOnline

Os juros futuros avançam acompanhando os juros dos Treasuries, após notícia de que a China relaxou exigências de quarentena para viajantes estrangeiros, o que ajudou a reduzir a demanda por ativos mais seguros e favorece os considerados mais arriscados. Além disso, o petróleo sobe mais de 1%, o minério avançou 3,80% e as commodities agrícolas também têm valorização, o que tem efeito inflacionário e também traz pressão de alta. O mercado ainda aguarda pelo leilão de NTN-B e LFT (11h00).

continua após publicidade

Às 9h25 desta terça-feira, dia 28, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 subia a 12,62%, de 12,50% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2025 subia a 12,67%, de 12,55%, e o para janeiro de 2024 ia para 13,40%, de 13,31% no ajuste de segunda-feira. O DI para janeiro de 2023 subia para 13,695%, de 13,669% no ajuste anterior. O rendimento da T-note de 2 anos subia a 3,117% (de 3,110%), o da T-note de 10 anos avançava a 3,228% (de 3,199%) e o do T-bond de 30 anos aumentava a 3,340% (de 3,316%).