Economia

Taxas de juros recuam com dólar, juros dos Treasuries e MP da Eletrobras

Da Redação ·

A quinta-feira começa com leve fechamento da curva de juros futuros com alívio vindo do recuo dos juros dos Treasuries e do dólar, além da aprovação, na Câmara, da Medida Provisória que abre caminho para a privatização da Eletrobras, considerada uma vitória para o governo.

continua após publicidade

As taxas, no entanto, podem ficar mais pressionadas mais para o final da manhã por causa do leilão de LTN, NTN-F e LFT do Tesouro (11 horas).

Às 9h10, a taxa do contrato do depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2027 cedia para mínima de 8,85%, de 8,92% no ajuste anterior. O DI para janeiro de 2023 caía para 6,79%, de 6,84%, e o para janeiro de 2022 marcava 4,975%, de 5,01% no ajuste de ontem.

continua após publicidade

O dólar à vista caía 0,46%, a R$ 5,2911. O juro da T-note de 10 anos recuava a 1,664%, de 1,674% no fim da tarde de ontem.